adblock ativo

Com porte de SUV, novo BMW X1 chega mais potente

Publicado quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016 às 12:29 h | Atualizado em 11/02/2016, 12:29 | Autor: Lhays Feliciano, em São Paulo
.
. -
adblock ativo

Apresentada em setembro de 2015 no Salão de Frankfurt, a segunda geração do BMW X1 começou a ser vendida no Brasil em dezembro e chegou para aumentar a concorrencia no mercado dos SUVS de luxo. As alterações estéticas da nova geração obedecem ao novo conceito do modelo, que de crossover passa a ser identificado como um utilitário-esportivo. O X1 ganha 5,3 cm de altura e 2,3 cm de largura, garantindo também o conforto dos passageiros e um generoso espaço interno. O motor ficou ainda mais feroz com o novo propulsor 2.0, quatro cilindros turbo movido a gasolina em dois ajustes diferentes: as versões sDrive20i tem rendimento de 194 cv a 5 mil rpm e 28,5 kgfm a 1.250 rpm, enquanto a xDrive25i (com tração integral) conta com o mesmo motor, mas com ajustes para gerar 234 cv a 5 mil rpm e 35,7 kgfm a 1.250 rpm. O X1 passará a ser produzida em Araquari (SC) a partir de março com nova motorização flex.

O modelo foi restruturado para ter mais conforto e potência, dupla que agrada aos motoristas que precisam de veículo que se encaixe ao estilo de vida dinâmico dos dias livres, mas que também seja funcional para o dia a dia nas grandes cidades. Assim, o X1 não só ganhou um novo visual, mas passou a ser feito em nova plataforma, que possibilitou a estreia de versões com tração dianteira. Agora, o SUV da BMW mede exatos 4,43 metros de comprimento, 2,06 m de largura (com os retrovisores), 1,61 m de altura e tem 2,67 m de entre-eixos. O porta-malas passou para 505 litros, chegando a 1.550 l com os bancos traseiros rebatidos.

Apesar da nacionalização o X1 não ficou mais barato. A versão mais barata é a sDrive20i GP que sai por R$ 166.950, a variante mais equipada sDrive20i X-Line custa R$ 179.950. Já a topo de linha xDrive25i Sport tem preço sugerido de R$ 199.950. 

Entre os itens de série, o modelo oferece em todas as versões seis airbags, controles de estabilidade e tração, pneus com tecnologia runflat, faróis em Full LED, sistema de entretenimento com tela de 6,5 polegadas, controles de tração e estabilidade, modo de condução econômico, sistema start-stop, borboletas atrás do volante para trocas manuais, bancos revestidos em couro, sensores de estacionamento traseiro, limpador de para-brisa com acionamento automático, rodas de liga leve de 18 polegadas.

Na versão intermediária o modelo agrega teto solar panorâmico, bancos com regulagem elétrica, retrovisores externos rebatíveis eletricamente, e fechamento eletrônico do porta-malas. Na versão top de linha, o X1 acrescenta rodas de aro 19, sistema de som HD e assentos esportivos com revestimento em couro preto exclusivo. 

Mesmo mais robusto e mais forte, o SUV oferece o luxo de um BMW. Todas as versões são equipadas com o BMW ConnectedDrive, o sistema que incorpora serviços de concierge, onde o carro liga para uma central que fornece qualquer tipo de indicação e informação, como por exemplo, um restaurantes próximo ao local. O pacote inclui também informações de trânsito em tempo real, chamada de emergência inteligente e BMW Remote, que permite o uso de algumas funções do carro remotamente por meio de um aplicativo no smartphone.

*A jornalista viajou a convite da BMW do Brasil

adblock ativo

Publicações relacionadas