adblock ativo

Acusado de matar a própria esposa se entrega à Polícia

Publicado terça-feira, 16 de dezembro de 2008 às 14:21 h | Atualizado em 16/12/2008, 14:21 | Autor: A TARDE On Line
adblock ativo

Está preso na delegacia de Entre Rios, Hélio Santos da Silva, 36 anos, acusado de  matar a própria esposa, a líder comunitária Heloísa dos Santos da Silva, 33 anos, enforcada com um pedaço de fio elétrico, na madrugada do dia 2, na residência do casal, no bairro Milagres.

O corpo da vítima, professora aposentada dedicada à luta contra a violência doméstica, foi resgatado 11 dias após o crime, enterrado numa plantação de eucalipto localizada na zona rural, próxima ao local do crime.

De acordo com o delegado Luciano Lima, titular de Entre Rios, as investigações preliminares já aponta, Hélio como o autor do assassinato. “Ele contou à família da vítima que Heloísa teria feito uma viagem e não mais retornara, recusando-se inicialmente a prestar queixa na delegacia. Pressionado pelos parentes da esposa, acabou registrando uma ocorrência sobre o suposto desaparecimento da companheira, onze dias depois do crime”, informou o delegado.

Ao retornar à Delegacia de Entre Rios, para fazer uma alteração na ocorrência que assinara, Hélio entrou em contradição e acabou sendo preso. Logo em seguida, segundo a Polícia, Hélio confessou ao delegado ter matado a esposa durante uma briga, após ela ter descoberto que o marido engravidara uma mulher com quem mantinha um relacionamento extraconjugal.

Ainda segundo0o a Polícia, Hélio declarou ter praticado o crime sozinho, e informo ao delegado o local onde havia escondido o corpo da companheira, transportado, segundo ele, numa bicicleta. Ele foi autuado por homicídio duplamente qualificado e por ocultação de cadáver.

adblock ativo

Publicações relacionadas