adblock ativo

Adolfo Menezes, governador em exercício, desapropria área no Centro Histórico de Salvador

Publicado às | Atualizado em 19/10/2021, 07:51 | Autor: Da Redação
Setur e PGE do estado da Bahia estão responsáveis pelo pagamento das indenizações | Foto: Karla Vidal | Wikimedia
Setur e PGE do estado da Bahia estão responsáveis pelo pagamento das indenizações | Foto: Karla Vidal | Wikimedia -
adblock ativo

Uma área de 1.406,74m, situada entre a Rua Pau da Bandeira e a Ladeira da Montanha, em Salvador (BA) será desapropriada, segundo decreto publicado nesta terça-feira,19, no Diário Oficial da Bahia. O documento foi assinado pelo deputado estadual Adolfo Menezes (PP), que exerce interinamente o cargo de gestor do Executivo baiano enquanto o governador Rui Costa (PT) e  o vice, João Leão (PP), estão em viagens internacionais.

Além dele, o secretário da Casa Civil em exercício, Carlos Mello, e a secretária de Turismo em exercício, Giulliana Mercuri, assinaram o decreto. O projeto e estudo que levam à desapropriação foram feitos pela Secretaria de Turismo – SETUR. A ação está voltada para o projeto de urbanização da área, diante dos esforços de “reabilitação do Centro Antigo do Município de Salvador”, conforme descreve o texto oficial.

O desenvolvimento será feito por processo de licitação. Tanto a SETUR, quanto a Procuradoria Geral do Estado são as partes responsáveis pelo pagamento das indenizações dos proprietários da área. Adolfo Menezes fica á frente do executivo baiano até o dia 29 de outubro.

adblock ativo

Publicações relacionadas