Aglomerações: 24 estabelecimentos são interditados em Salvador

Publicado segunda-feira, 14 de junho de 2021 às 13:45 h | Atualizado em 14/06/2021, 13:50 | Autor: Da Redação

Durante vistorias realizadas em Salvador, 24 estabelecimentos foram interditados e 16 aglomerações foram dispersadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) entre a sexta-feira, 11, e este domingo, 13.

No total, foram 97 bairros visitados e mais de 4,5 mil fiscalizações foram realizadas. Dentre os estabelecimentos interditados estavam 20 bares, dois depósitos de bebidas, um hotel e uma lanchonete.

As aglomerações dispersadas foram nas ruas da cidade e uma delas em uma chácara no Cassange. Somente no Alto da Terezinha, no Subúrbio Ferroviário, foram três dispersões.

Nos chamados "paredões", as equipes promoveram quatro apreensões de equipamentos sonoros, com encerramento de duas atividades. Desde o dia 5 de abril, quando foi iniciada a retomada do comércio, foram feitas 365 interdições, 218 aglomerações dispersadas e 11 equipamentos apreendidos, dentre as mais de 100 mil vistorias. As ações da Sedur tiveram o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar.

Além disso, foram recebidas 741 denúncias de poluição sonora e visitados 63 bairros. Os agentes apreenderam 14 equipamentos de som nos bairros da Praia Grande, Massaranduba e Sete Portas. Entre os bairros mais denunciados estão: Boca do Rio, São Marcos, Itapuã e Pernambués.

Enquanto que dentro da Operação Tira o Pé da Areia, as pessoas foram orientadas em toda a faixa litorânea de Salvador, desde São Tomé de Paripe até a Praia do Flamengo, em razão da proibição do uso das praias aos sábados e domingos.

Publicações relacionadas