adblock ativo

Cassetas gravam programa com Claudia Leite em cima do Trio

Publicado quarta-feira, 03 de setembro de 2008 às 22:18 h | Atualizado em 03/09/2008, 22:35 | Autor: Carolina Mendonça, do A Tarde On Line
adblock ativo

Humorista fala sobre a morte do irmão

Os humoristas Cláudio Manoel e Hubert estiveram, nesta quarta-feira, 3, em Salvador, para gravar alguns quadros do programa Casseta & Planeta, exibido semanalmente pela Rede Globo. A filmagem, realizada sobre um trio elétrico em movimento – entre a praia de Piatã e o Largo da Cira, em Itapuã – contou com a participação da cantora baiana Claudia Leitte. A produção, que durou cerca de duas horas, deixou o trânsito lento na região e atraiu a atenção de fãs e curiosos.

Às 11h30, o estacionamento do restaurante Santíssima Bahia, em Piatã, já acumulava 15 jovens vestidos com a camiseta do Fã-clube “Passarinhos da Claudinha”. Munidos de celulares, máquinas fotográficas e cartazes feitos para a musa, os adolescentes ansiavam a chegada da cantora. “Gosto dos cassetas, mas hoje eu vim ver Claudinha”, contou a estudante Juliana Leal, 17.

Enquanto isso, “Seu Creysson” e “Gavião Bueno” acenavam para o público, que pedia sua atenção gritando os nomes dos personagens cômicos. “Sempre somos bem recebidos aqui. Nos divertimos muito na Bahia. Mesmo quando o baiano é mal humorado, ele é engraçado”, brinca Hubert.

O humorista ressalta, no entanto, que o baiano não gosta necessariamente de ser motivo de piada. “Uma vez, uma senhora nos viu gravando aqui e perguntou se o quadro ia ser de sátira ou de crítica. Se fosse de crítica, ela disse que não ia assistir. Também reclamam um pouco do estereótipo do baiano, de ser devagar, preguiçoso, mas vocês também tiram sarro com a cara dos outros, né?”, argumenta.

O soteropolitano Cláudio Manoel diz que, apesar de ter deixado a capital quando tinha apenas seis anos de idade, nunca deixou de se sentir baiano. “Ainda bem que não existe esse negócio de monogamia em relação a uma cidade, posso ser daqui e do Rio de aneiro sem problemas”, ri.

Em clima de descontração, o baiano aproveita a ocasião para fazer piada com sua origem. “Tenho uma relação de anos com a Bahia. Minhas raízes aqui são muito profundas. São raízes de copioba”, provoca.

Musa -
São 12h50 e Claudia Leitte chega para a gravação. Os fãs se agitam e começam a gritar. A equipe grava a primeira cena, em que a cantora - de cima do trio - chama os humoristas de “lesos” e os convida para “saírem do chão”. Em seguida, o aminhão segue lentamente em direção a Itapuã. A filmagem – uma entrevista feita pelos cassetas à Claudinha – acontece urante o percurso.

Grávida de um menino, Claudinha comenta a participação no Casseta & Planeta. “Estou achando massa. Além de admirar o trabalho deles como humoristas, são pessoas divertidas, legais e foram muito queridos comigo”, elogia. Por conta da gestação, a cantora revela que abriu mão da série de exercícios e só está fazendo os shows. “Estou mais serena”, complementa.

Como num circuito de Carnaval, o trio elétrico é seguido a pé – à esta altura por quase 100 pessoas – até o Largo de Itapuã. Lá, na varanda do mini-shopping San Felipe Center, mais 40 fãs esperam por Claudinha. Do chão, trabalhadores, estudantes e turistas pedem a atenção de “Massaranduba” e “Couve-Flora”, personagem de A Periquita, paródia da novela A Favorita. Os humoristas ensaiam passos de axé music em cima do trio, arrancando gargalhadas do público.

A gravação chega ao fim e os fãs de Claudia continuam em frente ao trio, querendo falar com a artista e, se possível, tirar fotos. Um grupo de 40 admiradores se junta e canta a música “Extravaza”, novo hit da baiana.

Cláudio e Hubert aproveitam a pausa nas filmagens para saborear o famoso acarajé da Cira. Á tarde gravariam outras cenas na Barra. Em meio ao assédio do público, pedidos de autógrafos e fotos - inclusive com a quituteira – os cassetas mordiam o bolinho e esbanjavam simpatia.

adblock ativo

Publicações relacionadas