adblock ativo

Moradores protestam por melhorias em escola

Publicado terça-feira, 31 de maio de 2011 às 10:48 h | Atualizado em 31/05/2011, 12:23 | Autor: Da Redação, com informações de Paula Pitta
adblock ativo

Pais, alunos, professores e integrantes do movimento "Subúrbio em Ação: Cada Vez Mais Forte" protestaram em frente à Escola Municipal Mourão de Sá, no bairro de Paripe, na manhã desta terça-feira (31).

Os moradores revindicam melhorias na instituição de ensino, que atualmente atende a 800 alunos da 1ª a 8ª séries do Ensino Fundamental, nos três turnos.

Os manifestantes, que prometem manter a escola fechada até a próxima segunda-feira (6), reclamam das precárias condições do espaço. Dentro da área do colégio há mato alto, lixo, e esgoto a céu aberto.

Segundo o grupo, a infestação de ratos cresceu, assim como os focos de mosquito da dengue.

Para o estudante Thales Oliveira, de 13 anos, que cursa a 6ª série, o mau cheiro que vem do esgoto incomoda os alunos e também professores, que não querem mais dar aula por causa do odor forte.

Conforme o vice-diretor da escola, Gerson Cloves, o prédio também apresenta problemas em sua estrutura. Dois banheiros situados no pavilhão de aulas dos alunos do Ensino Fundamental 1 estão interditados há dois anos, devido risco de desabamento.

De acordo Eugênio Santos, líder do movimento "Subúrbio em Ação: cada vez mais forte",  há 45 dias foi realizada uma reunião com o Secretário Municipal de Educação Cultura Esporte e Lazer (Secult) João Carlos Bacelar, que incentivou a manifestação para pressionar demais órgão responsáveis pela situação da escola.

Conforme a assessoria da Secult, técnicos e engenheiros já estão avaliando a situação da escola e a secretaria está buscando junto com o Ministério Público, formas para agilizar a reforma da escola em Paripe e outras instituições que também estão em situação crítica.

adblock ativo

Publicações relacionadas