adblock ativo

Parentes e amigos de irmãos mortos em Ondina fazem protesto

Publicado terça-feira, 15 de outubro de 2013 às 22:59 h | Atualizado em 15/10/2013, 23:03 | Autor: Douglas Neves
mãe dos jovens mortos em Ondina, Marinúbia Gomes
mãe dos jovens mortos em Ondina, Marinúbia Gomes -
adblock ativo

Muita emoção marcou a manifestação em homenagem aos irmãos Emanuel e Emanuellle Dias, mortos em uma batida de trânsito na manhã da última sexta (12), no bairro de Ondina. O protesto aconteceu em frente ao Fórum Criminal, em Sussuarana, na tarde desta terça-feira, 15, e contou com a participação de amigos e familiares das vítimas.

Emanuel completaria 22 anos nesta terça, e a mãe dos jovens, Marinúbia Gomes, muito abalada, afirmou estar confiante quanto à condenação da médica Kátia Vargas Leal Pereira. "Não é necessário matar por um desentendimento no trânsito, e os meus dois filhos vão mostrar que a justiça ainda existe".

Marinúbia agradeceu o apoio que tem recebido, inclusive de desconhecidos. "Tenho recebido muitas mensagens de apoio de mulheres que, assim como eu, são mães, mas que nunca conheci. Essa solidariedade de todos tem sido muito importante para mim nesse momento".

A mãe dos jovens também ressaltou que "os filhos tinham personalidades diferentes, mas que não davam trabalho e tinham muitos planos para o futuro".

Estigma - O presidente do Sindicato dos Motociclistas, Motoboys e Mototaxistas do Estado da Bahia (Sindmoto), Henrique Baltazar, presente à manifestação, disse que o estigma que eles carregam provoca muitos acidentes. "Muitas pessoas ainda enxergam alguém que pilota uma moto como bandido, e isso tem de acabar", ressaltou.

Baltazar também pontuou que, assim como todos os presentes à manifestação, espera a prisão da suspeita. "Geralmente, trabalhamos com motocicletas iguais à que foi atingida nesse episódio, então isso poderia ter acontecido com qualquer um de nós, por isso fiz questão de estar aqui nesse momento".

adblock ativo

Publicações relacionadas