adblock ativo

Patrimônio imobiliário público de Salvador é tema de workshop on-line

Publicado às | Atualizado em 30/09/2021, 14:33 | Autor: Da Redação
Tema será "Patrimônio Imobiliário Público como Vetor de Desenvolvimento Econômico, Social e Cultural" | Foto: Valter Pontes/Secom
Tema será "Patrimônio Imobiliário Público como Vetor de Desenvolvimento Econômico, Social e Cultural" | Foto: Valter Pontes/Secom -
adblock ativo

O patrimônio imobiliário público de Salvador será tema do primeiro evento do programa ‘Workshop Sefaz’, que acontece nesta sexta-feira, 1º. Realizado pela Secretaria Municipal da Fazenda, a iniciativa visa debater temas relacionados a inovação, gestão fiscal e patrimonial. 

A primeira edição será realizada em parceria com o Instituto Baiano de Direito Imobiliário (IBDI), no auditório da sede da pasta, entre 8h e 12h30, com transmissão ao vivo pelo YouTube. (https://youtu.be/46YWLpEis40). 

Com o tema ‘Patrimônio Imobiliário Público como Vetor de Desenvolvimento Econômico, Social e Cultural’, o workshop vai abordar pontos relacionados à inovação na administração dos imóveis públicos municipais sob a perspectiva de gestão eficiente com incentivos a evolução e progresso da cidade para o fomento das atividades econômicas e sociais, além da preservação e proteção do meio ambiente e do patrimônio histórico e cultural de Salvador.

O programa Workshop Sefaz, integra o Planejamento Estratégico SeFaz + Por Salvador. O plano colaborativo engloba 30 projetos que visam melhorar a qualidade da prestação de serviços aos contribuintes, gestão fiscal, transparência e aumento da arrecadação. 

A secretária da Sefaz, Giovanna Victer, afirma que o objetivo é estabelecer alicerces para o desenvolvimento do município com foco no cidadão, nos resultados, eficiência e na transformação digital.

“A primeira edição dessa série de workshops vem para aproximar esse debate sobre o patrimônio imobiliário de Salvador entre o poder público e a sociedade. Além de trazer outra perspectiva sobre conhecimento, pesquisa e estudos da história da capital baiana, levantando a discussão de temas ligados ao fortalecimento econômico e preservação patrimonial e cultural”, pontuou.

adblock ativo

Publicações relacionadas