Rodoviários de Salvador fazem paralisação e atrasam saída dos ônibus das garagens

Publicado quarta-feira, 01 de setembro de 2021 às 07:45 h | Atualizado em 01/09/2021, 07:48 | Autor: Da Redação

Rodoviários do transporte coletivo de Salvador iniciaram a manhã desta quarta-feira, 1º, com uma paralisação e mantiveram os veículos nas garagens do antigo consórcio Salvdor-Norte, atualmente administrado pela Prefeitura. A paralisação começou às 4h e seguiu até às 8h, com 17 linhas começando a funcionar com atraso.

A paralisação dos rodoviários é motivada pela falta de cumprimento do acordo sobre o vale alimentação. Na terça-feira, 31, eles realizaram um protesto nas garagens para cobrar as verbas retroativas de tíquete-alimentação, horas extras e feriados.

“Essa situação é com relação aos trabalhadores da manutenção e da administração, que não receberam a diferença do seu vale alimentação e do retroativo. Apenas cobradores, motoristas e despachantes receberam, então, os trabalhadores estão se sentindo discriminados por essa situação, porque eles são importantes na empresa. Sem eles, os carros não saem, porque são eles que consertam os carros, que abastecem os carros, que limpam os carros para que os cobradores e motoristas saiam de manhã", explicou o presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Hélio Ferreira, à TV Bahia.

Com o objetivo de garantir o atendimento aos usuários do transporte público, a Secretaria de Mobilidade (Semob) montou uma operação especial na cidade.

Durante a paralisação, os passageiros passaram a contar com veículos “amarelinhos” do Transporte Complementar (STEC) e com veículos das outras duas bacias, operadas pela OT Trans e Plataforma, que foram deslocados para os trajetos.

Publicações relacionadas