Salvador suspende vacinação contra a Covid-19 por falta de doses

Publicado terça-feira, 22 de junho de 2021 às 16:34 h | Atualizado em 22/06/2021, 22:30 | Autor: David Mendes

A vacinação contra a Covid-19 foi suspensa em Salvador nesta terça-feira, 22, e só vai retornar na próxima sexta-feira, 25. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Léo Prates, a suspensão foi devido à falta de vacinas para aplicação da primeira dose. A suspensão atinge a aplicação das duas doses, mas a capital baiana mantém em estoque vacinas para a segunda aplicação.

“A aplicação da segunda dose foi suspensa porque possibilitamos a antecipação da vacinação, desde sexta-feira, para que as pessoas marcadas até o dia 30 (de junho) se vacinassem. Então, não tem sentido manter para quarta e quinta a vacinação da segunda dose”, explicou Prates, em entrevista ao Portal A TARDE.

Ainda de acordo com Prates, a retomada da vacinação da primeira dose só retornará na próxima sexta-feira, caso um novo lote de vacinas seja enviado pelo governo federal. Já para aplicação da 2ª dose será retornado normalmente.

Além da antecipação, a prefeitura finalizou nesta terça um mutirão de 33 horas ininterruptas de vacinação contra o novo coronavírus. Batizado de “Viradão da Vacinação', a campanha vacinou 34.542 pessoas com 1ª e 2ª dose.

Já o prefeito Bruno Reis comemorou após informar que Salvador ultrapassou a marca de 50% do público-alvo vacinado. “Isso mostra, mais uma vez, dedicação, trabalho e amor da equipe de vacinação. Esses profissionais estão dia e noite com sorriso no rosto imunizando milhares de pessoas”, publicou em suas redes sociais.

Segundo ele, o processo de vacinação avança com agilidade na capital baiana. “Já, já a pandemia vai fazer parte do passado. Hoje, vamos concluir o público de 47 anos. Estamos chegando à marca de quase um milhão de pessoas com a primeira dose. Passamos a madrugada toda vacinando”, assinalou, consultando o vacinômetro.

A ferramenta on-line indicava que 983 mil pessoas tinham recebido a primeira dose em Salvador. “Até o final do dia, podemos chegar a 990 mil. Aí estamos chegando a 50% da população vacinada”, disse.

Na segunda-feira, 21, o prefeito prorrogou todas as medidas restritivas vigentes por mais uma semana em Salvador. Com isso, as atividades comerciais, profissionais e esportivas seguirão as determinações de funcionamento atuais a próxima semana.

Outras capitais brasileiras

Além de Salvador, outras cinco capitais brasileiras também anunciaram suspensão da aplicação da primeira dose de vacinas contra o novo coronavírus por falta dos imunizantes.

São Paulo, João Pessoa, Aracaju, Florianópolis e Campo Grande também seguem apenas com a segunda dose até a chegada de novos lotes.

Na capital paulista, a suspensão da aplicação foi anunciada depois que 300 postos registraram falta de vacinas na segunda-feira.

Em João Pessoa, a previsão é que mais vacinas cheguem nesta quarta, segundo a prefeitura. Já a prefeitura de Aracaju afirma que a procura pela vacina no fim de semana foi maior do que a prevista e, por isso, precisou suspender a aplicação da primeira dose.

Em Florianópolis, a prefeitura diz que esgotou as 8.500 vacinas recebidas para a primeira dose em dois dias e que reserva 150 doses em estoque para lactantes, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias depois do parto).


Publicações relacionadas