Suspeito de matar Moa do Katendê será julgado nesta quinta-feira

Publicado terça-feira, 19 de novembro de 2019 às 17:53 h | Atualizado em 19/11/2019, 18:02 | Autor: Da Redação

O barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana suspeito de matar o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, conhecido como Moa do Katendê, será julgado nesta quinta-feira, 21. A sessão do Tribunal do Júri ocorre a partir das 8h no Fórum Ruy Barbosa, no Campo da Pólvora, em Salvador.

Segundo o Ministério Público estadual (MPBA), Paulo Sérgio cometeu crime de homicídio por motivo fútil e sem possibilitar qualquer defesa à vítima, que já era idosa. O barbeiro também foi denunciado por tentativa de homicídio contra Germino do Amor Divino Pereira, que estava ao lado do capoeirista no momento do crime.

Oferecida no dia 18 de outubro de 2019, a denúncia do MPBA, será sustentada pelos promotores de Justiça David Gallo e Cássio Marcelo de Melo Santos.

Relembre o caso

Mestre Moa do Katendê foi morto na madrugada do dia 8 de outubro de 2018, no 'Bar do João', localizado na avenida Vasco da Gama, em Salvador. De acordo com informações do MPBA, ele e Paulo Sérgio teriam discutido em voz alta sobre as eleições para presidente da República de 2018, e se agredido mutuamente de forma verbal.

Após a discussão, Paulo Sérgio teria saído do estabelecimento em direção à sua residência, onde buscou uma faca tipo peixeira e retornou ao bar, onde agrediu Moa do Katendê com 13 facadas por todo o corpo.

Primo do Mestre Moa, Germino Pereira também foi atingido por uma “profunda facada” no braço direito, ao tentar defendê-lo dos golpes.

Publicações relacionadas