adblock ativo

Termina eletrificação da primeira linha do metrô de Salvador

Publicado sábado, 16 de outubro de 2010 às 20:25 h | Atualizado em 22/01/2021, 00:00 | Autor: Felipe Amorim, do A TARDE
adblock ativo

A eletrificação de uma das duas linhas do metrô de Salvador já está pronta, e a segunda linha tem previsão de ser concluída até o final deste mês. Quem informa é o secretário municipal de Transportes e Infraestrutura (Setin) Euvaldo Jorge, que evita marcar datas para a inauguração. O trecho já concluído é o do lado direito, no sentido Lapa – Acesso Norte. As linhas poderão ser usadas nos dois sentidos, quando o metrô estiver funcionando.



Com as linhas do metrô energizadas, os testes dos trens podem começar. Eles têm previsão para durar no mínimo seis meses e meio, ou seja, andar de metrô mesmo só a partir de abril de 2011. “Estamos fazendo um esforço tremendo para o metrô funcionar o mais rápido possível. O prefeito quer inaugurar o metrô e entregar à população”, garante Jorge.



Movidos a energia elétrica, produzida por uma subestação instalada na Avenida Bonocô, os quatro trens do metrô, cada um com seis vagões, só podem ser testados corretamente sob a tensão de três mil volts em corrente direta. Primeiro serão conferidos sistemas como a abertura das portas, iluminação e ar-condicionado, por exemplo. Só depois os trens serão testados em movimento, primeiro sem passageiros (a direção é controlada por computador) e depois em testes com pessoas. Nos testes sem passageiros são colocados pesos artificiais para simular a lotação do trem.



Segundo o secretário Euvaldo Jorge, antes de ser iniciado os testes, cada um dos 24 vagões passará por uma “reabilitação”, para detectar se o tempo em que ficaram parados, durante um ano e nove meses num armazém no CIA, causou algum dano aos equipamentos. A inspeção prévia ao início dos testes foi uma exigência das empresas fabricante e fornecedora dos trens, a coreana Rotem e a japonesa Mitsui.



Leia mais sobre o tema na edição impressa de A TARDE deste domingo, dia 17. Ou acesse aqui a versão digital, se for assinante

adblock ativo

Publicações relacionadas