adblock ativo

Zoológico reabre com limite de visitantes

Publicado às | Atualizado em 19/10/2021, 23:30 | Autor: Gabriela Cruz*
Fechado desde o início da pandemia, parque reabre para visitação agendada | Foto: Raphael Muller | Ag. A TARDE | 19.10.2021
Fechado desde o início da pandemia, parque reabre para visitação agendada | Foto: Raphael Muller | Ag. A TARDE | 19.10.2021 -
adblock ativo

O Zoológico de Salvador, em Ondina, reabriu na terça-feira, 19, à visitação do  público externo. O parque, que interrompeu suas atividades no começo da pandemia, em março de 2020, retomou na sexta, e funcionará de terça a domingo, das 10h às 16h, com 50% da sua capacidade. O acesso é gratuito.

Para visitar, é necessário realizar um agendamento pelo telefone (71) 3116-7954, com no mínimo 24h de antecedência, de acordo com a capacidade estipulada para o dia solicitado. O limite é a lotação máxima é de 300 pessoas, conforme a portaria do Diário Oficial do estado, nº 23.271, do dia 15 de outubro.

Neste decreto, considerando o monitoramento dos indicadores (número de óbitos, taxa de ocupação de leitos de UTI e número de casos ativos) divulgados diariamente nos boletins epidemiológicos, fica proibido, pelo 4º artigo, o comércio e distribuição de alimentos, bens e serviços no interior do parque.

Paulo Marques, presidente do Sindicato dos Ambulantes, trabalha há 24 anos dentro do Zoológico de Salvador e alega que o decreto é ilógico. “O Zoológico de Salvador tem um espaço de quase 3 quilômetros de caminhada, no fim de semana são em média 20 mil transeuntes dentro do espaço e eles só querem liberar 300 pessoas. A verdade é que eles não querem abrir o zoológico, fecharam a portaria de baixo dizendo que é para não ter aglomeração. Como que aglomera num espaço que cabe 20 mil pessoas e eles liberaram só 300?”, questiona.

Segundo Paulo, são quase 200 famílias que trabalham dentro e fora do zoológico, cerca de 60 ambulantes na área interna, com distanciamento de 50 a 100 metros entre eles. “É o nosso Sindicato que defende os ambulantes, tivemos uma conversa hoje pela manhã com a administração e eles pediram que a gente fizesse um documento com nossas demandas e enviasse para que eles vejam como podem viabilizar, mas a gente sabe que isso é só paliativo”.

Paulo afirma ainda que “o zoológico está numa situação precária. Durante um ano e sete meses não houve manutenção e o lugar está degradado”. O Zoológico de Salvador é gerido pelo Estado, através da administração do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e a última requalificação do espaço divulgada pelo Instituto foi em 2018. O Inema não se pronunciou em relação à proibição do comércio no interior do parque.

Área ambiental

O Parque Zoobotânico Getúlio Vargas, criado em 1958, fica localizado no Alto de Ondina e possui 700 mil metros quadrados totais de terreno, sendo 250 mil ocupados por vegetação, um verdadeiro laboratório vivo, com exemplares vegetais representantes da Mata Atlântica. São 1.600 animais para interação, 90% oriundos da fauna brasileira, incluindo espécies em extinção. A Mata do Zoo é um instrumento de educação ambiental, local de pesquisa e uma área verde de equilíbrio ambiental. 

Ao visitar o Zoo, é recomendável o uso de protetor solar e o consumo de bastante água durante o passeio. Além disso, é importante não alimentar os animais, já que as espécies possuem uma alimentação balanceada, preparada especialmente pela equipe de nutricionistas do parque.

Segurança

Além do limite de pessoas no Zoológico, algumas medidas estão sendo acatadas para o enfrentamento da Covid-19. Isso incluiu a medição de temperatura na entrada do parque; uso obrigatório de máscara de proteção para o público com idade superior a 2 anos. É obrigatório uso do álcool em gel nas áreas do Parque e durante a visitação, é preciso observar o distanciamento de 1,5m.

Não serão permitidos agrupamentos com mais de dez pessoas e ações promocionais que promovam a aglomeração de pessoas não serão permitidas no interior do Parque. Além disso, não será permitido o comércio e distribuição de alimentos, bens e serviços no interior do parque.

adblock ativo

Publicações relacionadas