Deputado baiano pede esclarecimentos sobre óleo em praias do Nordeste

Publicado segunda-feira, 07 de outubro de 2019 às 17:38 h | Atualizado em 07/10/2019, 18:16 | Autor: Da Redação | Foto: João Arthur | Tamar

A origem das manchas de óleo que atingiram a praia de nove estados do Nordeste e que avançam pelo litoral da Bahia foi questionada pelo deputado federal Joseildo Ramos (PT) nesta segunda-feira, 7.

Em requerimentos direcionados ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o parlamentar pediu esclarecimentos também sobre o tamanho da área afetada, riscos de contaminação e quais medidas estão sendo tomadas pelos órgãos para conter o vazamento.

De acordo com Ramos, o prejuízo ao turismo, uma das mais principais atividades econômicas e geradoras de emprego da região Nordeste, e a perda de vida animal decorrente do derramamento precisam de respostas urgentes.

“Sabemos que tudo que envolve a preservação do meio ambiente é um ponto de conflito com este Governo, e é exatamente por esse motivo que precisamos ser incisivos e rápidos em obter respostas. O dano está aumentando, alcançando novos lugares, e as autoridades não vão poder ser negligentes também quanto a isso”, afirmou o deputado, por meio de nota divulgada pela assessoria.

Até o momento, as manchas já apareceram em mais de 120 praias do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Bahia, seguindo em direção ao sul do País.

Conforme o Ibama, trata-se de petróleo puro e existe a suspeita de que tenha sido gerada a partir de uma limpeza ilegal de tanques de navios petroleiros. Em nota oficial, a Petrobras afirmou que não produz o material.

Publicações relacionadas