Festas colocam Trancoso em alerta vermelho por conta da Covid-19

Publicado quarta-feira, 23 de dezembro de 2020 às 16:42 h | Atualizado em 23/12/2020, 16:48 | Autor: Redação

O distrito de Trancoso, a cerca de 730 Km de Salvador, é um dos destinos mais procurados por turistas de todo o mundo, motivo de preocupação neste final de ano por conta da pandemia da Covid-19. No início deste mês, o governador Rui Costa (PT), assinou um decreto proibindo a organização de festas em estabelecimentos públicos e privados, independente do número de convidados.

No local, apenas restaurantes, bares e barracas de praia estão autorizados a funcionar durante o período. Mesmo assim, alguns eventos estão sendo organizados no vilarejo, em condomínios e fazendas.

Além de festas em casas particulares, com 200 ou 300 pessoas, há outras comerciais, que já tiveram ingressos vendidos. Ainda de acordo com informações, os grupos muitas vezes são de fora do estado que se organizam e recebem pagamentos através do WhatsApp. 

"Nenhum evento terá ou tem autorização da vigilância sanitária para acontecer", disse Luciane Mineto, diretora do órgão em Porto Seguro, responsável pela região onde está Trancoso. "Juridicamente falando, quando a gente tem um decreto do governo do estado mais restritivo, a gente precisa cumprir com essas medidas. Nós tínhamos feito esse projeto autorizando eventos em um cenário epidemiologicamente mais confortável e não foi o que se apresentou depois de alguns dias".

Informações do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Coinass) dão conta de que a região sul da Bahia está enfrentando o pior da segunda onda de contágio do novo coronavírus.

"Para o final do ano, através de todas as equipes de fiscalização, vamos intensificar o trabalho no que diz respeito ao cumprimento das medidas sanitárias", prevê Mineto.

Publicações relacionadas