Fundef: Governo repassa precatórios

Da Redação

O governo autorizou o repasse de R$ 3,9 bilhões da 1ª parcela dos precatórios do Fundef à Bahia.

Do total, 60% deve ser repassado aos professores da rede estadual que atuaram entre 1997 e 2006.

A APLB, entretanto, tenta ampliar o público e estender a outros profissionais.

Precatórios são dívidas de sentenças judiciais e que não são mais passíveis de recursos.

Segundo a APLB, o valor já foi depositado nos cofres do governo da Bahia.

"As nossas expectativas eram muito grandes, então consideramos uma vitória", disse a vice-diretora da APLB