adblock ativo

"Há um déficit habitacional grande na Bahia", diz ministro do Desenvolvimento Regional

Publicado às | Atualizado em 19/10/2021, 09:33 | Autor: Da Redação, com informações de Luciano Barreto
O ministro Rogério Marinho esteve presente na entrega de residências do programa Casa Verde e Amarela, em Salvador | Foto: Shirley Stolze | Ag. A TARDE
O ministro Rogério Marinho esteve presente na entrega de residências do programa Casa Verde e Amarela, em Salvador | Foto: Shirley Stolze | Ag. A TARDE -
adblock ativo

Em Salvador para a entrega de residenciais do empreendimento Sol Nascente I, II e III, em Nova Esperança, na região da CIA-Aeroporto, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho afirmou que a Bahia conta com um grande déficit habitacional e que a previsão é a criação de novos residenciais através do programa 'Casa Verde e Amarela', do governo federal.

"A satisfação de dever cumprido. Temos em Salvador uma excepcional parceria com a prefeitura, com o prefeito Bruno Reis. Compete a prefeitura identificar as famílias em situação de risco, e essas famílias são alocadas aqui no residencial. Nós não temos dúvidas de que inauguraremos outros residenciais, até porque há um déficit habitacional grande aqui na Bahia".

O ministro voltou a citar a fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que o governo completou mil dias sem casos de corrupção. "Em governos anteriores, víamos diariamente casos de desvios em recursos públicos. O presidente é atacador por defender famílias brasileiras e o patriotismo, e isso incomoda muita gente. São motivos diferentes, no momento em que o Brasil passa por um momento diferente".

O governo Bolsonaro é investigado pela CPI da Covid por suspeita de pedido de propina na compra de vacinas envolvendo o ex-secretário do Ministério da Saúde Roberto Dias e o líder do governo na Câmara Ricardo Barros (PP-PR). Também são investigados os filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o caçula Jair Renan por tráfico de influência.

adblock ativo

Publicações relacionadas