adblock ativo

Parentes de presos reclamam de privilégio para banda New Hit

Publicado quinta-feira, 06 de setembro de 2012 às 12:55 h | Atualizado em 22/01/2021, 00:00 | Autor: Da Redação, com informações de Alean Rodrigues
Banda New Hit
Banda New Hit -
adblock ativo

No primeiro dia de visita aos nove integrantes da banda New Hit no Presídio Regional de Feira de Santana, nesta quinta-feira, 6, familiares de outros detentos reclamaram que os músicos têm privilégios. A mãe de um interno, que não quis se identificar, disse que os jovens estão presos em área isolada dos demais detentos. "Porque eles não estão junto dos outros presos, só porque eles tem dinheiro, são famosos", questiona.

O diretor do presídio, Edmundo Memeri, nega  favorecimento para os jovens. De acordo com ele, os músicos, que são acusados de estuprar duas adolescentes no município de Ruy Barbosa, usam o fardamento da unidade, se alimentam com a mesma comida dos demais internos e estão presos em um pavilhão com cerca de outros 50 internos.

Memeri explica que esse pavilhão é destinado para detentos com bom comportamento, que prestam serviço dentro do presídio e estudam. Segundo ele, essa é a situação dos músicos, que ajudam na limpeza e manutenção da unidade prisional, além de estudar.

O diretor também justifica que a escolha do pavilhão é um cuidado para evitar represálias dos outros internos, situação comum no caso de quem é preso acusado de crime de estupro.

Os familiares dos músicos, que estão no presídio para visitar os jovens, enfrentaram a fila por ordem de chegada junto com os parentes de outros detentos para entrar na unidade.

Justiça - Nesta quarta, 5, a justiça negou o pedido de liberdade provisória para oito integrantes da banda. A solicitação foi feita pelos advogados Cléber Andrade e Dênis Leão. O advogado Leite Matos, que defende o músico Alan Aragão, disse que seu pedido ainda não foi analisado pela justiça.

Caso - Os jovens foram presos acusados de violentar duas adolescentes de 16 anos que foram ao ônibus da banda para pedir autógrafo para os músicos. De acordo com denúncia, elas foram atraídas pelos rapazes para o fundo do veículo, onde uma foi violentada por todos os músicos e a outra pelo vocalista da New Hit, Eduardo Martins Daltro, o Dudu.

Dudu e outro músico confirmam que mantiveram relações sexuais com as adolescentes, mas alegam que foi consensual.

Um laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) confirmou a versão das jovens.

adblock ativo

Publicações relacionadas