Prefeitura abre licitação de módulos para Carnaval

Anúncio da licitação ocorre em meio à incerteza sobre a realização da festa

Publicado segunda-feira, 06 de dezembro de 2021 às 14:00 h | Atualizado em 09/12/2021, 10:19 | Autor: Léo Sousa

Em meio ao impasse acerca da realização do Carnaval do ano que vem, a prefeitura de Salvador abriu licitação para contratação de empresa especializada em montagem e desmontagem de módulo de saúde para festas populares e Carnaval.

O aviso de convocação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) foi publicado na edição desta segunda-feira (6) do Diário Oficial do Município (DOM). As propostas podem ser enviadas entre as 8h do dia 20 de dezembro e as 9h do dia seguinte.

O anúncio da licitação ocorre em meio à incerteza sobre a realização da festa. Questionado sobre o tema em coletiva de imprensa, hoje, o prefeito Bruno Reis (União Brasil) declarou que, se tivesse que definir agora, decidiria pela não realização do Carnaval. Segundo o gestor municipal, a prefeitura aguarda conclusões sobre os riscos gerados pela nova variante do coronavírus, a ômicron, para anunciar a decisão.

Na mesma direção, o governador Rui Costa (PT) disse nesta segunda, durante a inauguração do Hospital Materno-Infantil, em Ilhéus, que ainda não há definição sobre a realização da festa, mas que "entre o Carnaval e a vida dos baianos" fica "com a saúde dos baianos".

"Não vou decidir de forma antecipada sobre a realização ou não realização. Qualquer evento de massa com três milhões de pessoas na rua está condicionado com o avanço da vacinação e a redução do número de leitos de UTI, o que não está caindo. Hoje está em 191, semana passada estava em 208, e isso mostra uma mensagem clara que o vírus ainda está circulando. Estamos com uma média de três mil contaminados, então a decisão será tomada quando a gente se sentir seguro, seja para cancelar ou permitir", afirmou.

Publicações relacionadas