adblock ativo

Quatro pessoas morrem após batida entre dois carros na BR-367

Ação dos bombeiros precisou de instrumentos específicos para retirar vítimas presas às ferragens

Publicado sábado, 15 de janeiro de 2022 às 08:54 h | Atualizado em 15/01/2022, 12:03 | Autor: Da Redação
Acidente foi em uma curva a 100 metros do trevo de acesso ao distrito de Arraial d’Ajuda
Acidente foi em uma curva a 100 metros do trevo de acesso ao distrito de Arraial d’Ajuda -
adblock ativo

Quatro pessoas morreram e outra ficou ferida após uma batida frontal entre dois carros na BR-367, nas imediações do distrito de Pindorama, no município de Porto Seguro, no sul da Bahia. 

O acidente ocorreu por volta das 16h da última sexta-feira, 14, em uma curva a cerca de 100 metros do trevo de acesso ao distrito de Arraial d’Ajuda.

Em um dos veículos, um Palio vermelho, estavam quatro pessoas de uma mesma família e apenas uma sobreviveu. O motorista do outro carro, um Palio cinza, viajava sozinho e também morreu.

Carlos Antônio Alves Pereira, 62 anos, que era balconista de uma farmácia no centro de Eunápolis, conduzia o veículo vermelho que seguia em direção a Porto Seguro. Ele chegou a ser resgatado pelos bombeiros, mas foi a óbito enquanto recebia atendimento na ambulância do Samu.

Também morreram a esposa de Carlos Antônio, Josefa Henrique Pereira, 59 e a irmã dele, a empresária Dionildes Maria Alves Pereira Santana, 72 anos, fundadora da Dayane Modas, uma tradicional loja de roupas de Eunápolis. O marido de Dionildes, Francisco José de Santana, idade não confirmada, foi resgatado pelos bombeiros e levado para Hospital Luís Eduardo Magalhães.

O outro veículo era conduzido por Alan Cardec Silva Santos, 42 anos, também morto na tragédia.

De acordo com os bombeiros, as vítimas estavam presas às ferragens e precisaram ser retiradas com instrumentos específicos. Os corpos foram encaminhados para perícia no Instituto Médico Legal.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ainda não é possível determinar qual dos veículos invadiu a pista contrária. As causas do acidente estão sendo investigadas.

adblock ativo

Publicações relacionadas