adblock ativo

Trabalhador morto em ação de policiais é enterrado neste domingo

Publicado sábado, 25 de setembro de 2010 às 17:16 h | Atualizado em 22/01/2021, 00:00 | Autor: Mário Bittencourt | Sucursal A TARDE
adblock ativo

Será enterrado neste domingo, 26, em Medeiros Neto, a 947 km de Salvador, extremo sul baiano, o pequeno empresário do ramo de lava-jato Gilberto Aroeira de Azevedo, 40, morto na tarde de sexta-feira, 24, em Teixeira de Freitas (cidade vizinha à Medeiros) durante uma ação de policiais à paisana que estavam em busca de bandidos.

Gilberto estava na loja Celular e Cia, centro de Teixeira de Freitas, onde tinha ido levar aparelhos celulares para desbloquear os chips, quando, por volta das 15h, dois policiais militares invadiram a loja e dispararam seis tiros contra ele, matando-o na hora. Às 12h,  um dos policiais havia sido vítima de assalto na loja Celular Mania, também no centro.

O delegado coordenador da 8ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin), Marcus Vinícius Costa, informou que o policial que foi assaltado pediu ajuda a dois colegas da Companhia de Ações Especiais em Mata Atlântica (Caema), da 13º Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas, os quais iniciaram uma busca pelos bandidos no centro.  

O depoimento dos policiais, diz o delegado, é confuso. "Disseram que avistaram dois suspeitos na loja Celular e Cia. e pediram pra revistar. Um deles, segundo contaram, teria feito um movimento brusco e os policiais relataram que acharam que fosse uma reação e atiraram. Disseram ainda que foi disparado um tiro por um deles", afirmou.

Leia a reportagem completa no jornal A TARDE deste domingo, 26. Se for assinante, clique aqui e confira na edição digital.  

adblock ativo

Publicações relacionadas