AGU pede ao STF acesso às mensagens da Operação Spoofing

Publicado quarta-feira, 17 de março de 2021 às 14:08 h | Atualizado em 17/03/2021, 14:14 | Autor: Da Redação

A Advocacia-geral da União (AGU) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira, 17, que autorize o compartilhamento das mensagens trocadas entre procuradores da Lava Jato com a Receita Federal, apreendidas na Operação Spoofing.

O pedido foi feito no âmbito de reclamação na qual o ministro Ricardo Lewandowski autorizou o acesso às mensagens ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele será responsável pelo desfecho da solicitação.

A inciativa da AGU foi tomada após uma requisição do secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto. No pedido, ele disse que “o conteúdo das mensagens pode implicar apuração interna e eventuais ajustes de procedimentos administrativos”.

De acordo com as mensagens, os procuradores tinham um suposto acerto clandestino de troca de informações com a Receita Federal para quebrar o sigilo de seus alvos, inclusive de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O caso se tornou alvo de investigação na Corte.

 
 
 

Publicações relacionadas