Exonerado antes de assumir cargo, Capitão PM volta à Secretaria da Cultura

Publicado quarta-feira, 30 de setembro de 2020 às 14:23 h | Atualizado em 30/09/2020, 14:31 | Autor: Da Redação

Nomeado mais uma vez para o cargo de Secretário Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura, o capitão da Policia Militar da Bahia, André Porciuncula Alay Esteves, volta a ocupar o cargo no governo Bolsonaro.

O Diário Oficial trouxe a nova nomeação de Porciuncula, nesta quarta-feira, 30, para a pasta de Mario Frias.

André foi nomeado para o cargo, pela primeira vez, no último dia 7 de agosto. Pouco mais de um mês, no dia 16 de setembro o governo publicou portaria, assinada pelo ministro chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, que tornou a nomeação sem efeito.

O secretário substituto Homero Gustavo Reginaldo Lima, era quem assinava os atos administrativos publicado pela pasta, enquanto Porciuncula esteve à frente.

O capitão PM publicou diversas críticas em relação às políticas de isolamento social. “Lockdown é uma neurose de um monomaníaco”, escreveu em uma publicação. André fez ainda citações a Olavo de Carvalho. Além de elogiar o presidente Jair Bolsonaro.

O capitão nasceu em Salvador, no ano de 1985, e em 2005 ingressou na Policia Militar. Após quatro atingiu a patende de tenente. Já em 2014, passou para capitão e iniciou o trabalho no Batalhão da Polícia Rodoviária.

Ataques a Rui Costa

A saída de André deu brecha para diversos ataques ao governador da Bahia. Alexandre Aleluia (DEM), vereador de Salvador, foi um deles. Nas redes sociais, Alexandre associou a desistência da nomeação como consequência da perseguição do governo do Estado. Alexandre Aleluia, inclusive foi quem indicou Porciuncula para o cargo.

“O petista, Rui Costa, acha que prejudicar a carreira de um militar, com mais de 15 anos de serviço é motivo de piadinhas e gracejos. Isso só demonstra o caráter medíocre do sujeito que comanda o estado da Bahia e como ele trata com desprezo a vida dos policiais que dedicam a servir”, afirmou Aleluia em perfil particular no Twitter.

Em 2017 André foi homenageado na Câmara de Vereadores de Salvador, com a Medalha Thomé de Souza. A iniciativa da honraria foi do próprio vereador Alexandre Aleluia (DEM), amigo pessoal de Porciúncula.

Publicações relacionadas