adblock ativo

Foto de corpo de dançarino contesta versão da polícia

Publicado sexta-feira, 25 de abril de 2014 às 11:00 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Da Redação
DG, dançarino
DG, dançarino -
adblock ativo

Uma foto divulgada pelo jornal Extra desta sexta-feira, 25, confronta a versão dada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro de que o dançarino do programa Esquenta, Douglas Rafael da Silva Pereira, o DG, morreu após a queda de um muro. Na imagens, é possível identificar o local onde ele foi baleado nas costas.

DG teve o pulmão perfurado pela bala, que saiu pelo braço direito do dançarino. Peritos da Polícia Civil disseram que as lesões do corpo do dançarino seriam "compatíveis com a queda de um muro". O delegado Gilberto Ribeiro, da 13ª DP, em Ipanema, disse que a declaração foi preliminar.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) alega que os policiais não sabiam da morte de DG e que o caso será apurado. De acordo com o bombeiro civil e funkeiro Paulo Henrique dos Santos, ele e DG estavam em uma festa na comunidade no último sábado, 19, quando foram abordados por policiais militares da UPP da região. Eles teriam ameaçado os jovens, afirmando que eles eram bandidos.

adblock ativo

Publicações relacionadas