adblock ativo

Juiz nega liberdade provisória ao pai do jogador Diego

Publicado quinta-feira, 08 de fevereiro de 2007 às 18:44 h | Atualizado em 08/02/2007, 18:44 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

O juiz da Vara do Júri e de Execuções Criminais de Ribeirão Preto, Luiz Augusto Freire Teotônio, negou hoje o pedido de liberdade provisória do empresário Djair Silvério da Cunha, de 52 anos, pai do meia Diego, do Werder Bremen, da Alemanha. Ele foi preso em flagrante na terça-feira acusado de tentativa de homicídio contra o professor de Educação Física e personal trainer Romílson Garcia Ribeiro, de 39 anos. Ribeiro disse à polícia que era amante da mulher de Cunha, Cecília Ribas Cunha.

O empresário tentou atropelar Ribeiro com um carro alugado. O advogado de Cunha, Wilian de Araújo Hernandez, que pediu a liberdade provisória de seu cliente, deverá entrar amanhã com o pedido de habeas-corpus no Tribunal de Justiça (TJ), em São Paulo. Cunha está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP), de Ribeirão Preto.

adblock ativo

Publicações relacionadas