Justiça de Minas Gerais suspende vacinação de adolescentes em Betim

Publicado quinta-feira, 17 de junho de 2021 às 13:39 h | Atualizado em 17/06/2021, 14:10 | Autor: Da Redação

A Justiça de Minas Gerais suspendeu a vacinação de adolescentes, de 12 a 14 anos, contra covid-19 em Betim (MG). A decisão do juiz Taunier Cristian Malheiros Lima, da Vara Empresarial, da Fazenda Pública e Autarquias, de Registros Públicos e de Acidentes do Trabalho, foi emitida na noite da última quarta-feira, 16. Caso não seja cumprida, o município pode pagar multa de R$ 500 por dose da vacina aplicada.

A imunização dos estudantes ficará suspensa até a comprovação documental de que todos os grupos prioritários do PNO (Plano Nacional de Operacionalização) de vacinação contra a covid-19 e todos os maiores de 18 anos foram vacinados na cidade.

Em nota, a prefeitura disse que a decisão de imunizar esse grupo está amparada pela Nota Técnica nº 717/2021, do Ministério da Saúde, que permite o início da vacinação de grupos não previstos no PNI (Programa Nacional de Imunizações) de forma concomitante com os prioritários.

Publicações relacionadas