Luva de Pedreiro deve depositar 30% dos novos contratos a Allan Jesus

Transferências devem acumular R$ 5,2 milhões, valor da rescisão contratual

Publicado segunda-feira, 04 de julho de 2022 às 12:36 h | Atualizado em 04/07/2022, 12:36 | Autor: Da Redação
Contas bancárias podem ser bloqueadas caso Iran não cumpra a decisão
Contas bancárias podem ser bloqueadas caso Iran não cumpra a decisão -

O influenciador digital baiano Iran Santana Alves, mais conhecido como Luva de Pedreiro, está sob os cuidados de novos agentes mas ainda não está completamente livre de Allan Jesus, seu ex-empresário.

Segundo informações do colunista Leo Dias, do site Metrópoles, a liminar que impediu que Globo e Record transmitissem partes da entrevista com o influenciador, estabelece que ele terá que depositar 30% do valor de cada novo contrato para seu antigo representante, até que sejam acumulados R$ 5,2 milhões, montante correspondente à rescisão contratual entre as duas partes.

O parecer também obrigava Iran Santana a cumprir todos os contratos publicitários firmados com a ASJ Consultoria até o dia 24 de junho, sob pena de pagamento de multa de R$ 10 mil. Caso as decisões não sejam cumpridas, contas bancárias vinculadas a Iran ou a sua nova empresa de agenciamento podem ser bloqueadas pela Justiça.

Aos 20 anos de idade, o morador do povoado de Tábua, na pequena cidade Quijingue, conseguiu inovar nas redes sociais com sua autenticidade e simplicidade. Luva de Pedreiro se tornou um fenômeno mundial da internet e chamou a atenção de personalidades e jogadores como Neymar, Richarlison e Cristiano Ronaldo.

Publicações relacionadas