MP quer continuidade de investigação sobre assassinato de petista

Órgão solicitou resultado da perícia no celular de Jorge José Guaranho, indiciado pela Polícia Civil pelo homicídio

Publicado domingo, 17 de julho de 2022 às 16:20 h | Atualizado em 17/07/2022, 16:20 | Autor: Da Redação
Marcelo Arruda era militante do PT e foi morto quando fazia uma festa de aniversário temática
Marcelo Arruda era militante do PT e foi morto quando fazia uma festa de aniversário temática -

O Ministério Público do Paraná informou à Justiça que não considera encerrada a investigação da morte do militante petista Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu. O órgão solicitou o resultado da perícia no celular de Jorge José Guaranho, indiciado pela Polícia Civil pelo homicídio.

De acordo com a CNN, o documento é assinado pelo promotor Tiago Lisboa Mendonça e foi apresentado à Justiça após a Polícia Civil indiciar Guaranho pelo crime e descartar motivação política para o homicídio.

Na manifestação, o promotor diz que “aguarda-se, além da conclusão das atividades investigativas pela Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu, com o consequente encarte do despacho de indiciamento formal do investigado e relatório conclusivo, a juntada dos laudos periciais eventualmente pendentes”.

Em nota, os advogados que representam a família de Marcelo Arruda afirmaram que é a continuidade das investigações é necessária para demonstrar a convicção da defesa sobre as motivações políticas do assassinato. 

“O relatório apresentado é recheado de contradições e imprecisões que demonstram a deficiente formação do mesmo”, diz a nota, crítica às investigações.

A CNN informou que procurou a Polícia Civil do Paraná e aguarda retorno.

Publicações relacionadas