Navio com tripulação infectada leva variante brasileira para Islândia

Publicado terça-feira, 23 de março de 2021 às 15:27 h | Atualizado em 23/03/2021, 15:45 | Autor: Da Redação

A embarcação Taurus Confidence saiu do Maranhão em direção à Islândia com 10 dos 19 tripulantes infectados com o novo coronavírus e colocou as autoridades sanitárias do país europeu em alerta. Os testes ára detectar a Covid-19 foram realizados no domingo, 21.

O barco levava albumina calcinada de São Luís do Maranhão para a usina de alumínio em Reyðarfjörður, cidade em que a embarcação atracou. Todos os tripulantes são chineses. A embaixada da China foi informada e está cooperando com as autoridades locais para o controle da situação.

A Islândia tem controlado, com sucesso, a pandemia do novo coronavírus. De acordo com a Secretaria de Saúde da Islândia, órgão responsável pelas informações sobre o Covid-19 no país, as pessoas infectadas no navio estão com a variante brasileira, a P.1. A notícia foi assegurada pelo diretor da empresa DeCode, Kári Stefánsson, responsável pelo sequenciamento de todas as amostras de pacientes na Islândia.

Por ser o único país nórdico sem registros da variante brasileira, as autoridades sanitárias monitoram os tripulantes para evitar que a cepa do vírus circule na Islândia. A grande preocupação é que algum caso se agrave e necessite de transferência para um hospital.

Na véspera da chegada do navio, o capitão alertou as autoridades portuárias sobre sete pessoas doentes. A informação foi passada para o Garðar Jóhannsson, diretor da Nesskip, empresa de navegação islandesa que atua como agente marítimo local da embarcação.

Com a pandemia controlada, a Islândia tem registrado poucos novos casos diários. Os infectados a bordo da embarcação Taurus Confidence correspondem à metade dos casos confirmados no último fim de semana.

Desde o início da pandemia na Islândia, 6.122 casos foram confirmados, 330 precisaram de internação hospitalar e 53, em UTI, com 29 óbitos causados pela Covid-19.

Publicações relacionadas