Prefeito Marcelo Crivella é preso em operação da polícia e do MP no Rio

Publicado terça-feira, 22 de dezembro de 2020 às 06:18 h | Atualizado em 22/12/2020, 06:18 | Autor: Da Redação

O Prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), foi preso pela Polícia Civil e o pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), na manhã desta terça-feira, 22. Além dele foram presos o empresário Rafael Alves e o delegado Fernando Moraes.

O político foi preso em sua casa, na Barra da Tijuca. A ação é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto 'QG da Propina' na Prefeitura do Rio. O ex-senador Eduardo Lopes também é alvo da operação, porém, não foi encontrado em casa.

A investigação é fruto da delação do doleiro Sérgio Mizrahy, preso na Operação Câmbio Desligo (desdobramento da Lava Jato). Ele mencionou o "QG da Propina", mas não soube dizer se Crivella sabia da existência do esquema, que tinha como operador Rafael Alves - irmão do ex-presidente da Riotur.

As investigações apontam que as empresas que tinham interesse em fechar contratos ou tinham dinheiro para receber da gestão municipal entregavam cheques para Rafael, que facilitaria a assinatura de contratos e o pagamento de dívidas.

Crivella tem pouco mais de uma semana de mandato, já que perdeu a eleição municipal para o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM).

Publicações relacionadas