adblock ativo

Queimadas em Goiás aumentam em 20%

Publicado terça-feira, 13 de agosto de 2013 às 12:27 h | Atualizado em 19/11/2021, 05:26 | Autor: Marilia Assunção | Agência Estado
adblock ativo

Com a destruição de 65% dos 2,8 mil hectares do Parque Estadual da Serra de Jaraguá, em incêndio que durou cinco dias na semana passada, já chega a 20% o aumento no número de queimadas em Goiás em relação a 2012. A situação no Cerrado deixa em alerta o Corpo de Bombeiros que registra salto de 782 incêndios florestais no mês de julho, ou seja, 212 focos a mais em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram registradas 570 queimadas.

De janeiro até esta terça-feira, 13, foram registradas 2.747 queimadas rurais e urbanas em Goiás. Como agosto ainda não chegou nem ao meio, os bombeiros acreditam que ele tende a registrar aumento de ocorrências em 20% ou mais. Agosto é o primeiro mês do período crítico na maioria dos Estados da Região Centro Oeste, que vai até outubro, marcado pela baixa umidade, ventos, calor e vegetação seca. Gráfico do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) com o número de focos por bioma nos últimos dois dias mostra o Centro Oeste com 39,9% do total de focos do Brasil, atrás da Amazônia, com 42%.

O medo de grande incidência de fogo em vegetação também é maior este ano porque desde 2010 não acontecem grandes incêndios florestais na maioria das unidades de conservação estadual, gerando índice de preservação de 70%, mas que, por outro lado, significa acúmulo de material orgânico, altamente inflamável. Esta semana os Bombeiros de Goiás retomaram a Operação Cerrado Vivo, envolvendo 600 homens, e alertando para a responsabilidade da população.

Parque - Existe suspeita de fogo proposital ter atingido o Parque da Serra de Jaraguá, ponto tradicional para a prática de esportes como mountain bike e voo livre, possuindo inclusive uma disputada rampa de parapente. Ventos fortes, relevo íngreme e paredões dificultaram a ação dos bombeiros para combater as três linhas de fogo, iniciadas na terça-feira, 6. Na quinta, 8, quando o incêndio estava sendo controlado, surgiu mais um foco, na região conhecida como Bucaína, controlado no sábado.

adblock ativo

Publicações relacionadas