Queiroga diz não pressionar técnicos por estudo sobre uso de máscaras

Publicado segunda-feira, 14 de junho de 2021 às 10:24 h | Atualizado em 14/06/2021, 10:28 | Autor: Da Redação

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que ainda não há prazo definido para finalização do estudo sobre a desobrigação do uso de máscaras faciais, solicitado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O cardiologista afirmou, nesta segunda-feira, 14, que vai divulgar os resultados da pesquisa assim que for finalizada.

Na última quinta-feira, 10, Bolsonaro disse ter mandado Queiroga assinar um parecer que desobriga o uso de máscaras por pessoas que tiveram Covid-19 ou que foram vacinadas contra a doença. Questionado sobre a medida, Queiroga afirmou que o assunto seria estudado. Nesta segunda-feira, o cardiologista evitou falar em datas para a finalização da pesquisa.

Queiroga afirmou que não vai pressionar os cientistas responsáveis pelo estudo.

“Vamos deixar os pesquisadores pesquisarem, não existe prazo. O ministro não fica lá: ‘Vai logo, faz’. Tudo no seu tempo”, completou.

O ministro citou outros estudos realizados pelo Ministério da Saúde durante a pandemia de Covid-19, como a pesquisa de Botucatu (SP), que avalia a eficácia do imunizante de Oxford/AstraZeneca.

Publicações relacionadas