adblock ativo

Responsabilidade de terceiros em queda de rocha é investigada

Acidente com dez mortes completará uma semana neste sábado. Polícia pretende finalizar laudo em até 40 dias

Publicado sexta-feira, 14 de janeiro de 2022 às 14:34 h | Atualizado em 14/01/2022, 14:34 | Autor: Da Redação
té o momento, dezessete pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil de Minas Gerais
té o momento, dezessete pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil de Minas Gerais -
adblock ativo

Está em andamento a apuração, feita pela Polícia Civil de Minas Gerais, para checar possíveis responsáveis pelo acidente que envolveu a queda de uma rocha em Capitólio, Minas Gerais, no último sábado, 8. Segundo o delegado Marcos Pimenta, o foco inicial não é procurar culpados, mas encontrar respostas.

O laudo deve ser concluído entre 30 e 40 dias. Segundo o delegado, se for comprovado casualidade entre ausência de fiscalização e o acidente que matou dez pessoas, haverá responsabilização.

Até o momento, dezessete pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil de Minas Gerais, entre elas testemunhas, como vítimas sobreviventes, e os prefeitos de Capitólio e São João da Barra. Ainda não foi ouvido o dono do local em que o acidente aconteceu porque ele está com covid-19.

adblock ativo

Publicações relacionadas