SBT demite jornalista envolvido no vazamento do caso Klara Castanho

Ele integrava a equipe do Fofocalizando

Publicado sexta-feira, 15 de julho de 2022 às 20:05 h | Atualizado em 15/07/2022, 20:05 | Autor: Da Redação
Matheus Baldi chegou a conversar com a atriz, que pediu que apagasse a publicação
Matheus Baldi chegou a conversar com a atriz, que pediu que apagasse a publicação -

O SBT demitiu o jornalista Matheus Baldi nesta sexta-feira, 15. Ele integrava o time de apresentadores do Fofocalizando desde maio deste ano.

Nas redes sociais, Baldi explicou a ausência da edição desta sexta-feira, 15.

"Eu não estava no Fofocalizando porque eu cheguei lá, conversei com o diretor, e ele me explicou que, quando eu fui contratado, o programa tinha uma hora e quarenta minutos. Eu era o integrante mais novo do programa. Depois de algum tempo, esse tempo foi reduzido", disse.

"Sou muito grato ao SBT e o programa é incrível", disse.

O jornalista esteve envolvido no vazamento de informações do caso da atriz Klara Castanho. Segundo ele, uma fonte confiável lhe relatou a gravidez da atriz por telefone.

Baldi afirma que entrou em contato com a equipe de Klara para apurar a informação, entretanto, ao não receber retorno, decidiu publicar a notícia.

Minutos depois a assessoria entrou em contato com ele afirmando que não se tratava de uma simples gravidez, mas de um estupro. Ele, inclusive, chegou a conversar com a própria atriz, que pediu que apagasse o post.

"Nunca mais mexi nessa história e não posso ser responsabilizado pelo tudo o que, depois, as pessoas, sabendo do que se tratava, fizeram", disse o jornalista na sequência", afirmou o jornalista.

Em nota, o SBT afirma que a saída de Baldi integra uma readequação do formato, que teve o seu espaço reduzido por uma ordem direta de Silvio Santos.

Publicações relacionadas