adblock ativo

Artistas revelam seus favoritos ao Troféu Dodô e Osmar

Publicado sexta-feira, 27 de março de 2015 às 08:10 h | Atualizado em 27/03/2015, 08:10 | Autor: Maíra Azevedo
Márcio Victor_Barra
Márcio Victor_Barra -
adblock ativo

A cerimônia de entrega dos prêmios do Troféu Dodô e Osmar acontece na próxima terça-feira, 31, às 20h, no Teatro Castro Alves. Alguns dos indicados aguardam com expectativa pela noite de premiação e revelam para quem torcem.

Líder da banda Psirico, Márcio Victor tenta emplacar o hit 'Tem Xenhenhém' como a música do Carnaval. Se levar, será a segunda vitória consecutiva do grupo nesta categoria. Mas, o cantor garante que, mesmo que não seja dele a vitória, será uma noite de alegria.

"O Troféu Dodô e Osmar passa credibilidade para os artistas que participam. É um prêmio que vem do povo. E no dia da cerimônia é um grande encontro de amigos. Mesmo que eu não ganhe, vou sair de lá feliz por alguém", diz Márcio Victor.

O vocalista da Banda Eva, Felipe Pezzoni, disputa este ano a categoria de Banda Destaque. Ele conta que considera a realização de um sonho estar na lista dos indicados do Troféu.

"Todo mundo que nasce na Bahia e trabalha com música tem dois sonhos. Cantar no Carnaval de Salvador e ser indicado ao Troféu Dodô e Osmar. E eu me sinto uma pessoa de sorte, afinal, consegui as duas coisas. É muito bom", conta Felipe.

O cantor arrisca, ainda, dizer quem vai levar o prêmio de Sucesso do Carnaval, disputado por 'Pra Frente',  Ivete Sangalo; 'Gordinho Gostoso',  Neto LX; 'Tem Xenhenhém', Psirico e 'Tudo Nosso, Nada Deles', de Igor Kannário.

"Eu gosto muito de 'Pra frente', de Ivete, mas estou torcendo para 'Tem Xenhenhém', de Márcio Victor. Só que eu acho que quem vai ganhar é 'Tudo Nosso, Nada Deles', de Kannário. Foi a música que o povo escolheu", opina.

No seu primeiro ano no comando da banda e do bloco Cheiro de Amor no Carnaval de Salvador, Vina Calmon estreia no Dodô e Osmar participando de duas categorias: cantora destaque  (voto popular) e como artista revelação feminino (júri técnico).

"Fiquei muito emocionada quando soube.  Para mim, é o início da realização de um grande sonho. Eu sempre vi as cantoras da Bahia como exemplos e, hoje, estar aqui, e ser indicada como melhor cantora ao lado elas, é emocionante demais", revela Vina.

adblock ativo

Publicações relacionadas