Dia de celebrar, dia de lutar

Publicado quarta-feira, 11 de agosto de 2021 às 08:30 h | Atualizado em 11/08/2021, 08:47 | Autor: Luiz Augusto Coutinho

Hoje é dia de reforçarmos o papel do advogado. Dia de celebrar uma profissão que atua como ponte entre o cidadão e a justiça. Mas, o 11 de agosto é também uma data dedicada a renovar lutas. A advocacia é uma atividade que, por si só, já impõe inúmeros desafios. Temos a missão de defender, sobretudo as liberdades. E por estar na linha de frente da defesa de causas essenciais, a advocacia está exposta a constantes ataques, que buscam impedir o livre exercício da profissõa.

É importante lembrar que prestamos um juramento solene no ato de recebimento da carteira da OAB, ponto de partida de nossa trajetória. Um ato que reforça a importância de termos uma entidade que nos represente. Mais do que isso, nos lembra a necessidade de estarmos unidos para superar as dificuldades. 

Juntos somos mais fortes para enfrentarmos os problemas do Poder Judiciário. A atual gestão da OAB da Bahia empreendeu esforços para evitar o fechamento de comarcas e articular, junto ao Tribunal de Justiça, a nomeação de juízes. 

Em meio á pandemia, a crise atingiu duramente a advocacia e a situação se agravou com a falta de atendimento presencial no judiciário. Mais uma vez, a OAB buscou dialogar com o TJ para que o atendimento fosse retomado, de forma segura e responsável. 

Episódios de desrespeito ás prerrogativas não são raros e, da mesma maneira, tivemos uma atuação segura por parte desta gestão da OAB. Hoje, contamos com um siatema completo de defesa das prerrogativas, que acompanha a situação de advogados em todo o estado. 

Mas, o avanço é contínuo e ainda temos um longo caminho a percorre. Precisamos aprimorar ainda mais os serviços jurisdicionais. A retomada das atividades do judiciário, até então, foi realizada de forma tímida, e não atende a totalidade da advocacia. Mesmo com a Lei de Abuso de Autoridade, ainda são constantes os desrespeitos e ataques contra advogados e advogadas, que partem de agentes que deveriam dar exemplo no cumprimento do texto legal.

Neste dia da Advocacia vamos reiteirar o nosso juramento solene de exercer a profissão com 'dignidade e independência', observando a ética, os deveres e prerrogativas profissionais, defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, os direitos humanos, a justiça social, a boa aplicação das leis e a boa aplicação das leis. Ao prestarmos esse juramento, sabemos que temos um compromisso individual por nossas ações, mas também um compromisso coletivo em defesa da advocacia. E, ao defendermos a nossa profissão, estamos defendendo o direito de todo e qualquer cidadão ter acesso á justiça. 

Publicações relacionadas