O Carrasco - Galego no sal I

Publicado segunda-feira, 02 de agosto de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 24/01/2022, 10:54 | Autor: Administrator

GALEGO NO SAL I

Na paella eleitoral baiana do ano que vem, nem mesmo o ingrediente principal – LULA, parece ter força e habilidade para montar a chapa estadual de 2022. De nada adiantou todos os esforços feitos pelo presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, quando afirmou em fevereiro desse ano que o senador Jaques Wagner “é o que mais agrega e o que tem melhor capacidade de dialogar com o conjunto da sociedade baiana”. Quatro fatores importantes envolvendo o galego fizeram as nuvens mudarem bruscamente de lugar. Primeiro veio a traição a todo o eleitorado dos municípios à beira do rio São Francisco, que não digeriram e jamais irão digerir, o fato de Wagner ter votado literalmente contra a revitalização do Velho Chico, quando centenas de milhões de reais foram garantidos graças a quem votou a favor do projeto de lei. Até a maioria dos deputados baianos do PP e PSD votaram a favor e ficaram bem na fita. O segundo fator, tão importante quanto o primeiro, é que o reflexo dessa conduta do senador foi malvista por todo o eleitorado baiano, já que era inadmissível essa postura de um político que foi por duas vezes governador.

GALEGO NO SAL II

Pesam contra o galego, ainda, dois outros fatores ruins. A larga vantagem que ACM Neto terá na capital e nas dez maiores cidades baianas, o que dificilmente poderá ser compensado no interior, mesmo com o grande número de prefeitos que os partidos que compõem a base de Rui Costa possui no Estado. O quarto fator é que o percentual alcançado por Wagner em todas as pesquisas de intenção de voto é tido por vergonhoso para quem é totalmente conhecido e sempre foi visto como um candidato. De fato, o Carrasco concorda que a casa dos 25% é o teto do senador petista. Esses fatores foram bem analisados pela atual presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman que, na semana passada, praticamente deixou o galego no sal, afirmando que “O Jaques é nosso pré-candidato. Ao mesmo tempo, não está se recusando a fazer o debate de uma composição, que possa o PT não indicar um governador. Temos que estar abertos a sentar à mesa. Otto é um excelente quadro, tem toda a legitimidade. É dessa conversa, debate que vai sair a definição. É legítimo”, disse. Duas pessoas, aliás, três, ficaram pê da vida com a opinião de Hoffman: o Bonitão, Éden Valadares e, claro, o próprio Wagner.

DELÍRIO OU CRÍTICA EXPLÍCITA?

Por falar no Bonitão, ou ele está delirando por completo ou está começando a dar porrada explícita no grupo do qual faz parte há mais de quinze anos, leia-se Rui Costa e Jaques Wagner. João Leão usou suas redes sociais no final de semana para reproduzir trecho de uma entrevista dada no Programa Brasil Urgente, da Band Bahia, que falava do porquê da vontade de ser o cabeça de chapa nas eleições de 2022. “Quero ser governador para ter o prazer de dizer que no meu governo nós ultrapassamos o Estado de São Paulo. E eu só quero quatro anos para isso. Só quatro anos pra programar essa passagem. Para [...] a Bahia deixar de tá lá no 24º lugar, no 22º, no 14º, no 7º, e passar a ser a primeira colocada no Brasil”. Que é puro blábláblá dizer que a Bahia pode ultrapassar São Paulo em apenas 4 anos o eleitor já percebeu, porém o que pegou mal mesmo foi a crítica feita às gestões de Wagner (2007/2010 – 2011/2014) e Rui Costa (2015/2018 – 2018/2022) que, obviamente, não conseguiram chegar nem perto das projeções que o Bonitão garantiu fazer em apenas 4 anos. Tem mais, ao verbalizar que “nós precisamos industrializar o interior da Bahia”, o que segundo ele não foi feito por ninguém, o Bonitão fechou a postagem com um cruzado no queixo da dupla petista.

BY PASS MINISTERIAL

Não é só a esquerda baiana que anda com problemas. Segundo informações quentíssimas obtidas por esta Coluna, o deputado Elmar Nascimento elevou o tom de voz durante uma conversa que ficou tensa entre ele e o deputado João Roma, atual ministro da Cidadania. O pegapacapá surgiu porque Elmar teria descoberto movimentação do ministro em suas bases eleitorais. Aquela velha tentativa de “by passar” no colega. Num dos momentos da discussão, Nascimento, em tom ríspido, teria afirmado que Roma ficará isolado politicamente depois de sair do ministério.

MUITA SUJEIRA

Que muita sujeira apareceu depois da Operação Faroeste ninguém pode negar. Sujeiras inclusive foram confessadas por uma desembargadora que teria celebrado acordo de colaboração premiada com o MPF e já está em prisão domiciliar há mais de seis meses. Até aqui tudo bem, não fosse o comentário feito por um advogado que recentemente esteve no Batalhão da PM do DF e teria ouvido de um funcionário daquela unidade presidiária que todos ali se impressionaram com a porcaria na sela usada pela suposta delatora, que teve de ser higienizada por empresa especializada. O relato, se verdadeiro, narra coisas como catarro na parede, urina e até fezes no chão da dependência. Que porquinha, viu!

ARRUMANDO AS MALAS

Por falar em delação, quem andou mais uma vez cantarolando ao vento que estaria negociando delação premiada, foi o BACTRUNK do Corredor mais chique da cidade. Com seus devaneios que vem de anos, fruto do consumo intenso de substâncias ilícitas, foi abandonado pelos ex-companheiros petistas que ele agora estaria tentando extorquir com ameaças, expulso das empresas por seus sócios e por pouco sua família não se desfez. Quebrado financeiramente e moralmente, embarca neste mês de agosto para Miami, na vã esperança de que conseguirá rearrumar sua vida em solo americano. Por lá, tem encontro marcado com a justiça da Flórida e deverá se enrolar pela prática de perjúrio. Como vai ter que fazer quarentena de 14 dias na ida, a sociedade baiana vai se livrar das ameaças desse crápula por um bom tempo. Tomara que por lá fique, encarcerado.

NO MUNDO DA LUA

Uma gestão pra lá de desajeitada está fazendo com que moradores de Morro de Chapéu peçam socorro. Por lá, a conversa é uma só: a prefeita anda maquiando a cidade pra dizer que faz alguma coisa. A verdade que chega ao Carrasco é que a reclamação é geral e que até a zona rural do município está abandonada. Enquanto isso, às vésperas de completar 112 anos, dizem as boas línguas, que o presente de Juliana para a cidade é desgosto, já que a preocupação dela é somente com disco voador e com a aparência que garanta resultados.

PRA BOM GESTOR VER

A arrecadação federal nos primeiros seis meses de 2021 foi de R$881.996 bilhões. Com a arrecadação recorde, somente no mês de julho o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para as Prefeituras pago na sexta feira (30) foi de R$3,3 bilhões, segundo a Confederação Nacional dos Municipios (CNM). Ao Carrasco, prefeitos relatam que com este repasse, o cenário já permite começar a equilibrar as finanças e botar as contas em dia. Afinal, com boa gestão é possível sobrar dinheiro. Enquanto isso, outros abandonam a cidade e fogem do povo com o pretexto de dirigir entidade estadual somente para aparecer. Estes, ainda ficam reclamando de barriga cheia, não cumprem com suas obrigações e vivem de mimimi e choradeira pelos gabinetes do CAB. Em Jequié, por exemplo, o sumiço é geral e já estão até sentindo saudade de Sérgio da Gameleira. Durmam com um barulho desse.

“WAGNER, TÔ FORA”

João Leão tem horas que está com a corda toda. Ou melhor, com todo o apoio. O prefeito de Itanagra, Marcus Sarmento (PP), foi taxativo em dizer que não apoia Jaques Wagner para o governo da Bahia. “Meu candidato é Leão, o bonitão”, revelou Sarmento. A declaração pra lá de espalhafatosa, gerou boas risadas nos bastidores da política. Uma coisa é certa: Leão, está fazendo escola e garantindo crias por aí! Se Bolsonaro for para o PP e o Bonitão não continuar contando estória de que em quatro anos consegue fazer a Bahia ultrapassar o estado de São Paulo, pode até ser o candidato de terceira via e passar a mão na taça. Nesse caso não seria sonhar, mas deixar de sonhar com coisas impossíveis.

KIT FRAUDE

A prefeita Nilza vai ter que se explicar. Pela cidade de São Sebastião do Passé já circula um vídeo onde o vereador Soldado Nailson (Republicanos) denuncia uma licitação fraudulenta para o kit de merenda escolar realizada pela prefeitura. Segundo a denúncia, os produtos licitados não são os que foram entregues às escolas, estes de qualidade inferior. E agora prefeita? As aulas estão de volta, a população vai cobrar e o Carrasco vai acompanhar o desfecho dessa história!

LÁ VAI ELA…

Não tem quem enTENDA a insistente parceria que uma incorporadora séria quer manter com um empresário baiano, que com a crise na área de obras públicas, passou a atuar na área de saúde, por meio das famosas Organizações Sociais. O controvertido business parece que gira em torno de um terreno, segundo informações de bastidores, na Avenida 29 de Março, onde os órgãos de controle, estaduais e municipais, já teriam descoberto graves crimes ambientais. Não ficará nada bem para a incorporadora se os acionistas descobrirem que comprou-se gato por lebre.

NA CONTRAMÃO

Com as observações ainda sendo feitas pelas autoridades sanitárias mundiais, sobre as consequências da variante Delta, o que se espera é atenção com o sistema de saúde, sobretudo no Brasil. Porém, a prefeitura de Vitória da Conquista foi na contramão e cancelou o contrato dos leitos do Hospital São Vicente de Paula. Não seria melhor esperar um pouquinho mais?

E TEM MAIS

Não satisfeita, a gestão municipal de Conquista mandou passar a máquina por cima dos barracos de um acampamento em pleno São João deste ano. Relatos chegaram nesta Coluna, de que houve truculência dos agentes em uma certa ocupação de um bairro da cidade, por nome de “Vila América”. Assim queima o filme de ACM Neto prefeita.

TOMA LÁ...

O clima deve esquentar após o líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Osni Cardoso, garantir que “não é verídica a informação sobre o aumento do ICMS pelo Governo do Estado”. Osni disse ainda que Paulo Câmara anda divulgando notícias falsas sobre o assunto. Atribuiu o aumento constante da gasolina ao governo Bolsonaro e cutucou dizendo que “o governo federal é aliado da Oposição na Bahia”, no caso, o DEM. Vamos aguardar de quem é de fato a culpa.

CUTUCADA

Quem também deu uma destilada ácida foi o presidente do PT na Bahia, Eden Valadares, ao dizer que ACM Neto faz contorcionismo para não citar diretamente o nome de Jair Bolsonaro. Éden citou o caso recente do incêndio na Cinemateca em São Paulo, e afirmou que Neto faz um “incrível exercício” de falar mal do governo, porém não cita o nome do presidente da República.

FIM DA FILA

A prefeitura de Salvador ironizou, em um vídeo, a atitude do homem que filmou (e viralizou) sua recusa em se vacinar contra a Covid-19 ao ser informado da “marca” do imunizante oferecido no local. Além do vídeo, a prefeitura tem em mãos os mecanismos para coibir a prática, como já fazem diversas cidades. Na última semana, São Paulo sancionou lei que coloca no fim da fila da vacinação quem quiser escolher imunizante.

FOLIA À VISTA

Apesar da prefeitura de Salvador informar que só decidirá em novembro sobre a realização do Carnaval, empresários do entretenimento já dão como certa a festa em 2022 e inclusive já começaram as conversas sobre o assunto. A única dúvida é sobre o modelo: tradicional ou, como especulou há algumas semanas o secretário de Saúde Leo Prates, em “ambientes controlados”.

TROCO DE PÃO

A esquerda baiana ficou em polvorosa com a nomeação do responsável por um site visto como panfleto bolsonarista para um cargo no governo do Estado. Há quem diga que o carguinho, troco de pão para Rui, vai lhe poupar muitos aborrecimentos nos grupos de WhatsApp, terror do governador.

QUEM TE VIU...

O novo nomeado da SECOM já deu uma guinada de 180° no site que tinha se tornado a principal fonte de informação dos tios e tias bolsonaristas do WhatsApp da Bahia. Quem te viu, quem te vê. A mudança de lado já é perceptível na cara do site e as viúvas choram nas redes sociais. Será que a audiência chegada em Bolsonaro vai manter a fidelidade?

CONTAS REPROVADAS

Conselheiros de contas estão extremamente incomodados com mensagens que estão sendo postadas em grupos de WhatsApp dos quais eles fazem parte. Pessoas bastante conhecidas na sociedade baiana têm utilizado estes grupos virtuais para postar mensagens bolsonaristas, homofóbicas, sexitas e eivadas de preconceito. Mulheres começam a se incomodar e manifestar insatisfação. Algumas delas já ameaçam printar estas mensagens para denunciar o polêmico autor. Este Carrasco ficou estarrecido com algumas mensagens recebidas.

EM COMPASSO DE ESPERA

Como um bom partido de centro, o MDB ainda não definiu o candidato que apoiará ao governo da Bahia nas eleições de 2022. À espreita, a sigla está “em compasso de espera”, nas palavras do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima.

EMBROMATION

Os cidadãos de Ilhéus e Itabuna não aguentam mais as promessas do governo estadual de duplicar a rodovia que liga as duas cidades da região cacaueira. A gestão estadual, tentando turbinar a campanha de 2022, anunciou em maio desse ano no site do governo do Estado que “bastante esperada pela população, a duplicação da BR-415 seria feita pelo governo federal mas, diante da morosidade em executar a obra e da urgência de realizar o projeto, o Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), decidiu realizar a implantação da BA-649 com financiamento direto do Estado”. A licitação, como era esperado, deu deserta e mais uma vez o eleitor daquela região ficará a ver navios. Quem ganha com esse embromation é a oposição. ACM Neto já avisou que se for governador tira a obra do papel. O Sul da Bahia agradece.

ENQUADRADA

Não tem jeito. Essa semana quem merece a nossa enquadrada é o secretário de Infraestrutura Marcus Cavalcanti. Ele, que também é presidente do Conselho de Administração da BahiaGás, afirmou que a empresa não vai aceitar a compra e vai exercer o direito de preferência. Na visão de Cavalcanti, o aporte da negociação não condiz com o valor da estrutura que será vendida. Diante disso, ele afirmou que a BahiaGás vale mais e que o governo do Estado vai exercer seu direito de preferência na compra das ações. “O governo da Bahia foi notificado na tarde desta quinta-feira (29), por correspondência eletrônica, do valor da participação da Gaspetro na Bahiagás, que está sendo alienada no processo da Petrobras. Pela nossa avaliação preliminar, o valor é extremamente baixo e, no intuito de defender o interesse do patrimônio dos baianos, o estado da Bahia exercerá o direito de preferência da parte das ações que está sendo vendida pela Petrobras”, disse o secretário de Infraestrutura. Ora ora, é bom que fique claro que a depreciação da BahiaGás foi causada pelo próprio Marcus Cavalcanti, que há pouquíssimos anos atrás, baixou um Decreto favorecendo o consumidor livre e permitindo que se compre gás natural sem pagar um centavo à companhia. Ou seja, o cidadão praticou um ato gravíssimo que desvalorizou a empresa e agora, quando a nova avaliação veio à tona, ele diz que o Estado da Bahia não irá aceitar e irá exercer o direito de preferência. O fato é trágico se não fosse cômico. Ou o governador se mete, mexendo no famigerado decreto que permitiu o by pass na BahiaGás, ou o seu valor vai a zero, sobretudo depois que o Estado comprar a parte da Gaspetro.

Publicações relacionadas