O Carrasco

Publicado segunda-feira, 05 de outubro de 2020 às 06:00 h | Atualizado em 02/10/2020, 21:25 | Autor: O Carrasco

QUEM TE VIU QUEM TE VÊ

Na eleição de 2016, um candidato macuco, do sul da Bahia, não saía de escritórios, sede de empresas e gabinete de deputados. Andava com seu pai, enrolado com a Justiça, a tiracolo. O motivo: fazer consultas sobre ficha suja e arrecadar recursos financeiros para sua campanha, que era apertada na época. Conseguiu rezar dois experientes empresários e levou “unzinho” por fora. Entre comes e bebes numa famosa churrascaria de Itabuna, saiu meio entristecido, já que apesar de filiado ao 45, o máximo que conseguiu foi apoio apenas do 25. Até o deputado parceiro do Batman caiu no conto do vigário naquele ano. Agora em 2020, apesar da dúvida entre o PSDB e o DEM, preferiu ficar com o 25, afinal de contas foi este 25 que lhe deu sorte em 2016. Ah, as andanças em Salvador acabaram, o menino agora virou alcaide e não precisa de ninguém. 

E SOBRE O IDEB PREFEITO?

No último dia 29, em debate promovido pelo Blog do Valente, sobre as eleições municipais de Santo Antônio de Jesus, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da cidade voltou a entrar na roda da oposição, que partiu pra cima do prefeito Rogério Andrade (PSD). O candidato Dr. Everaldo Junior questionou em alto e bom tom sobre a qualidade das escolas e as ações efetivas que a prefeitura tem feito para mudar os resultados do Ideb, nada animadores na cidade. O prefeiturável embasou a pergunta, citando uma matéria de ATARDE, o Olhar Cidadão, de agosto do ano passado, que trazia os números da Educação de lá. Encurralado, Rogério parece não ter convencido com sua resposta e o assunto Ideb deve vir ainda forte nos próximos embates.

A COISA LÁ TÁ FORD

A situação da Ford na Bahia vai de mal a pior. Desde antes da pandemia que demissões já vinham sendo feitas, bem como a redução de projetos que garantem a permanência da fábrica no Estado. Com a Covid, o cenário só agravou. A cada anúncio feito pela empresa, vem uma perspectiva nada animadora para os trabalhadores do complexo. A última, anunciada no dia 28, informou sobre o Programa de Demissão Voluntária (PDV) voltado para os empregados da área de produção. Os pátios estão cheios e o mercado ainda não responde. Sem produção, sem carros. Sem carros, aliás, o que há de se esperar da Ford? Nos corredores da fábrica só restam os suspiros de preocupação, sem saber o que aguardar dos próximos dias.

PREFEITO FAKE

Não é que o prefeito de Mucugê decidiu criar uma fake news? Candidato à reeleição, Cláudio Manoel Luz Silva (PSD), foi condenado por divulgar pesquisa eleitoral falsa. A notícia virou chacota na cidade, já que de maneira fraudulenta - como cita a decisão 119ª Zona Eleitoral - o gestor divulgou nas redes sociais uma pesquisa que nunca existiu. Sem saída, Claudio, mais do que nunca, vai ter que inventar uma fórmula para garantir que o que ele diz é verdade, já que foi pego na mentira e a notícia - que é fato - já se espalhou pela Chapada Diamantina.

BEST FRIEND DA ADVOCACIA

As inúmeras decisões ilegais tomadas pela SEFAZ/SALVADOR, inclusive contrariando as orientações da Procuradoria Fiscal, tem levado muitos contribuintes a demandar em juízo contra a prefeitura visando o reconhecimento dos seus direitos. Em uma rápida consulta no site do TJ-BA constata-se que cresce a cada dia a dívida do município decorrente de condenações em honorários de sucumbência. Graças aos insistentes equívocos da SEFAZ, os causídicos tributaristas estão enchendo os bolsos e se organizando para prestar, em gratidão, uma homenagem à atual administração fazendária.

NA CONTA DA BRASKEM

Este Carrasco tem trazido à tona a tragédia ocorrida em Maceió e que atingiu os bairros do Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto. Por lá, a Braskem foi obrigada a pagar R$ 1,7 bilhão para realocar 17 mil pessoas, após ser responsabilizada por afundamento do solo nestes lugares. Expulsas de casa, as famílias acompanharam esta semana mais um capítulo desta saga, sem sucesso. O MPF constatou que a Braskem não fez o dever de casa, não estando concluída a rede de monitoramento que possibilitaria a retomada do VLT para Mutange. Sem teto, sem transporte e com a vida destruída, moradores questionam: “Quem vai pagar por isso?”

O LEPROSO

Após o Carrasco denunciar a vida nababesca de um superintendente autárquico federal aqui na Bahia, o barnabé sentiu o golpe. Com a repercussão negativa do caso nas rodas vips de Praia do Forte, onde ele passa os finais de semana e a notícia de que órgãos de inteligência do Governo Federal irão apurar o caso, o cidadão pediu exoneração. Segundo se comenta ele está tentando voltar quietinho e orar numa famosa gruta de uma cidade padroeira do interior, às margens do Rio São Francisco, mas nem lá querem o cidadão contaminado.

SORTE E AZAR NO MP

O famoso promotor da imoralidade do Ministério Público de Camaçari continua atuando como se estivesse em um jogo de sorte e azar. A depender do número que caia na bandeja, o ente ministerial dá um proveitoso encaminhamento. Se for um número bom, ele marca na "cartela" e livra um agente político. Se o número for ruim, usa a mesma caneta para incriminar um outro. Contudo, o doutor promotor esquece que nessa brincadeira existe a sociedade que já está com a cartela quase completa, só esperando (desde novembro do ano passado) a bola 171 cair para gritar: Bingo! Roda a roleta MP-BA.

NÃO APERTA MINHA MENTE!

Depois da repercussão sobre o tarado galanteador, pessoas intimamente ligadas a este Carrasco foram abordadas por diversos parlamentares, de nível federal, estadual e municipal, e tiveram a mente aporrinhada para saber se a resenha era com eles. Curiosamente todos os atingidos pela carapuça galopeiam em valiosos cavalos e ficaram bem de vida. Também moram no bairro mais nobre da cidade. Podem até existir outros tarados, mas o oficial o Carrasco não revela nem a pau.

OLHA A CLN AÍ GENTE!!

Tem chegado a este Carrasco notícia de que um contrato da Concessionária Litoral Norte S/A (CLN) está para vir à tona, revelando os detalhes que estão por trás das assinaturas. Entre aditivos e o passar despercebido, já não tão despercebidos assim, a cortina desta parceria pode cair e o verdadeiro cenário ficará à mostra. Vem coisa por aí!

DINDIN DO DEFUNTO

Como um “causo” bem contado, o prefeito de Valente conseguiu protagonizar aquelas histórias pra boi dormir. Marcos Adriano de Oliveira Araújo foi punido pelo TCM após ter feito pagamentos, nos exercícios de 2017 a 2019, a uma servidora municipal já falecida. O nome dela foi mantido na folha de remuneração dos servidores indevidamente. Na cidade, a história do vivo com a morta ganhou repercussão e já dizem que o prefeito vai precisar acender vela todo dia para pedir de volta o dinheiro que usou, correndo o risco dela já ter gasto toda bufunfa do lado de lá.

PORTAS ESCANCARADAS

A decisão do ex-deputado federal Benito Gama (PTB) em se manter ao lado de Bruno Reis (DEM) na corrida eleitoral em Salvador, contrariando orientação do cacique Roberto Jefferson (PTB), que atacou de todas formas o diretório da Bahia para dar fim em aliança confirmada pelo TRE, agradou o prefeito ACM Neto. Presidente nacional do DEM, Neto deixou a sigla com “portas escancaradas” para Benito. Neto afirmou que ele é aceito por qualquer partido da base e o classificou como um “quadro importante para 2022”.

CALVÁRIO

Chega ao Carrasco informações de que pegar ônibus em Vitória da Conquista, no sudoeste, é um verdadeiro calvário. Os ônibus em idade avançada convivem com superlotação. O atual prefeito, que prometeu regularizar e organizar os vanzeiros, proporcionado com que eles complementassem o transporte principal com qualidade e agilidade, principalmente na zona rural, nada fez. O pior de tudo é que chega informação que, além de não fornecer um serviço decente, a tal da empresa monopolizadora do transporte na cidade, após o prefeito romper com duas empresas que foram à falência sem o contrato com o município, anda causando prejuízo aos cofres públicos. Que situação!

QUANTO VALE UMA LAGOA

E o querido MAG continua surpreendendo. Após ludibriar diversos órgãos de diferentes poderes, a próxima a perceber a esperteza do nosso professor será a Justiça do Trabalho. O valioso terreno de sua faculdade, penhorado para garantir o pagamento de ações trabalhistas, foi fatiado várias vezes, vendendo a terceiros as áreas com valor comercial e deixando para a penhora apenas uma lagoa, nada mais. Só falta agora ele secá-la para dizer que o terreno vale alguma coisa. Será que a lagoa que secou em Alphaville não foi um prenúncio?

DISTRIBUIÇÃO PELA CULATRA

Se tinha gente achando que a PF ia deixar a brincadeira continuar, se enganou. A Operação de sexta-feira pegou muita gente de surpresa e apurou o envolvimento de pessoas físicas e jurídicas em fraudes tributárias no comércio de combustíveis, em São Paulo. Segundo investigações da PF, os débitos fiscais ultrapassam R$ 870 milhões. A notícia que começou no sul, já vem subindo o nordeste e deixando em alerta os personagens daqui. Tem distribuidora que não aguenta a pressão e já está anunciando o round perdido, vestindo a carapuça. Aviso aos navegantes: a Andrômina está na área.

TÁ FICANDO FEIO, BONITÃO

Em pleno período eleitoral atípico e com os candidatos preocupados com suas bases na corrida para prefeitos e vereadores, tem um personagem atuando contra o jogo. Considerando que já existe um acordo validado pelo governador que antecipa, de forma inédita e casuística a eleição para a  presidência da Assembleia, fala-se que a obsessão do Bonitão pressionando seu Leal para a intempestiva missão já beira o desespero e a insensatez. A situação  chegou a ponto de alguns dos seus liderados parlamentares já começarem a demostrar desconforto e comentarem pela ALBA que o Bonitão está perdendo as estribeiras.

Publicações relacionadas