adblock ativo

O Carrasco

Publicado segunda-feira, 06 de setembro de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 05/09/2021, 16:15 | Autor: O Carrasco
Os bastidores da política baiana passam por aqui
Os bastidores da política baiana passam por aqui -
adblock ativo

CANALHICE DIVINA

Um então advogado eleitoralista, hoje entregue às moscas, foi, por compaixão, encaixado como procurador-geral de um abastado município do recôncavo baiano, acostumado com idas e vindas na chefia do Executivo. O causídico, outrora patrono da claque emedebista e dos irmãos Vieira Lima, estaria se juntando a um colega de caráter duvidoso para “ameaçar” autoridades num município sanfranciscano. Não demora o polêmico causídico ser empacotado do cargo que hoje ocupa nesse divino município e ainda responder processo criminal e no tribunal de ética da OAB. O Carrasco já recebeu informações dos municípios que ele atua e promete averiguar, um a um, os contratos que apesar de lícitos, estariam bem acima da média aceita pelo TCM.

ESPALHANDO MENTIRA

Notícias de bastidores que chegam a esse Carrasco dão conta que a troca de farpas entre Cara Brocada e sua ex-chefe anda a todo vapor. Depois de ter sido crucificada pelos empresários de eventos festivos, Cara Brocada, “pê da vida”, andou espalhando na semana passada que sua tal ex-chefe não teria moral para critica-la em nada. O comentário é que, em ambiente profissional, teriam havido cenas tórridas como a que se viu na Casa Branca, décadas atrás. Faltou pouco para a cidadã entregar quem seria o Bill Clinton do pedaço.

SE CHEGANDO…

Depois de atuar explícita e implicitamente para bloquear os bens do senador petista Jaques Wagner, Cara Brocada, que já não mais goza de qualquer prestígio junto ao Galego, tamanha foi a sua crocodilagem, seria a pessoa que, segundo nossas fontes no setor de eventos, estaria estimulando o governador a não liberar festas de réveillon e carnaval. Pelo visto, Cara Brocada não abre mão de se meter nos bastidores políticos, tudo para por em prática seus planos de se tornar a chefe estadual de seu órgão de classe. Como se diz num bom baianês, eita mulé que gosta de se “fretar” com a política viu.

DESPREGADO

O prefeito Luciano Damasceno ainda vai ter muito a explicar. Essa semana, o TCM acatou a uma representação do MP contra o município de Euclides da Cunha. Por lá, as irregularidades em torno de um pregão foram desvendadas e o 'acórdão' milionário foi por água abaixo. Se Damasceno achou que daria certo a façanha com a empresa Atlântico Locação de Equipamentos e Pavimentação, se deu mal. E ainda foi multado a pagar R$ 8 mil. Ao Carrasco chega a informação de que se o MP futucar mais, vai achar!

CORAÇÃO FORTE

E não é que novamente Vilas-Boas está dando o que falar! O ex-secretário anda incomodando gente desde que decidiu criar um grupo de WhatsApp onde reúne amigos e políticos. As más línguas dizem que de bobo Fábio não tem nada e que por trás deste grupo há intenções rumo a uma candidatura para 2022. Mas tem radialista que até já aproveitou pra também garantir holofote e chamar o ex-secretário de 'Cara de Pau' e 'Mentiroso,' relembrando o fato que o afastou do cargo, no qual Fábio errou e feio. Uma coisa é certa: deste grupo vai sair coelho e o Carrasco estará atento pra não perder nenhuma mensagem postada.

O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?

O PT já gastou, até o momento, mais de um milhão e meio para bancar as modormias e travessuras de Lula pelo país. Tudo do Fundo Partidário e pago por nós. A revista digital Crusoé trouxe o petista na capa e listou a realidade do modo de fazer campanha presidencial. Para Lula tem jatinhos alugados, automóveis blindados e hotéis cinco estrelas. E pra completar a farra, Lula ainda recebe R$ 23 mil por ser presidente do partido. Até que fazer campanha no Brasil com dinheiro público não é nada mau.

iCOMBUSTIVEL

Ganha força um assunto que já deixa os consumidores animados e no aguardo de uma aprovação: o Delivery do Combustível. A ANP discute um novo marco regulatório do setor e, sendo regulamentado, o motorista poderá abastecer o carro usando apenas o celular e sem sair de casa. O assunto pode mexer na distribuição e revenda do setor, já que os preços do combustível podem cair. A população agradece!

COM CHORO E SEM VELA

Pelo andar da carruagem, os prefeitos baianos irão pelejar para conseguir manter as contas em dia. Isso porque, com o anúncio nas mudanças do IR, já tem gente reclamando, tentando camuflar a responsabilidade pela falta de prestígio e liderança no Congresso Nacional. O choro maior vem da CNM e UPB. Estas vão tentar pedir arrego ao Senado. Se de um lado a bancada dos parlamentares baianos não disse pra que veio, do outro, os protótipos de líderes deixam os municípios desassistidos e prefeitos sem atenção, enquanto posam à frente das Uniões, Consórcios e Confederações Bahia à fora. Mas não adianta blindar: quando a gestão é ruim, a colheita tarda mas não falha.

INTOLERÂNCIA

A situação da política em Feira de Santana vai de mau a pior. Quando não são as denúncias e malfeitos do prefeito Colbert Martins e de seu secretariado, é vereador botando lenha na fogueira e misturando religião com gestão. Um tal de Edvaldo Lima botou a culpa no que ele chama de 'prefeitura às escuras' por causa do 'bozó' que colocaram na sede. Para Lima, Colbert anda

"mais perdido que cego em tiroteio" depois dessa 'feitiçaria' que fizeram contra ele e que por isso, tudo desandou. O que este vereador não deve saber é que intolerância religiosa é crime. Nos bastidores dessa tentativa frustrada de ser prefeito em Feira, há quem diga que culpado mesmo só tem um: o eleitor. Abram os olhos feirenses!

TOMA LÁ, DÁ CÁ

Será que o MDB da Bahia vai para a base do governador Rui Costa e apoiar a candidatura do PT para o governo do estado? Existem rumores que foi imposta uma condição para isso, que seria o MDB ter a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), comandada por Nelson Pelegrino, que deve desembarcar no TCM. Quem não gostou muito das especulações foi o sumido Lúcio Vieira Lima.

SEM DÓ NEM PIEDADE

Na última semana, o clima foi de tensão nas terras indígenas em Ponta Grande, próximas a Porto Seguro, extremo Sul da Bahia. Policiais federais, militares, guardas municipais e servidores da Prefeitura Municipal de Porto Seguro realizaram uma operação na área. Ação, inclusive, que que pode ter contrariado decisão do STF, responsável por suspender todas as reintegrações de posse e/ou despejos durante a pandemia. Sete casas de indígenas foram derrubadas por tratores. A prefeitura de Porto Seguro diz não ter nada a ver com o fato e que os servidores municipais estavam na operação apenas para acompanhar a desocupação.

GUINADA POLÍTICA

Este Carrasco tomou conhecimento que uma articulação para viabilizar possível fusão entre o DEM e o PSL está em andamento pelas bandas do Distrito Federal. Caso isso aconteça, o novo partido deve herdar a maior bancada na Câmara dos deputados, com mais de 80 parlamentares. Inclusive, o que se comenta nos bastidores é que ACM Neto pode ser o secretário geral deste provável partido, tendo Luciano Bivar como presidente. Aguardemos os próximos capítulos!

BARRADO NO BAILE

Falando em Neto, a coisa esquentou em Irecê, região da Chapada Diamantina, com a visita do pré-candidato ao governo da Bahia. Após agendar entrevistas com veículos de comunicação, Neto teria atrasado aos compromissos. Ao chegar em uma das emissoras de um grupo conhecido na região, não teriam liberado o espaço nessa rádio. Tudo bem que chegar atrasado não é bom sinal, mas deixar de ouvir um pretenso candidato quando os motivos do tal atraso possam ter sido justificáveis, com certeza fere a democracia.

XADREZ E SINUCA

Apesar dos rumores de que o MDB pode abandonar Bruno Reis e pular no colo de Rui Costa, Geraldo Jr., presidente da Câmara de Salvador e uma das lideranças do partido, acompanhou ACM Neto em viagem na última semana a Irecê. Nas andanças com o ex-prefeito, até jogou sinuca. Nos próximos meses, vai jogar muito xadrez: de olho em uma cadeira na Câmara dos Deputados, precisará avaliar bem os movimentos.

VALE TUDO

De olho no giro de ACM Neto pelo Estado e também nas agendas cada vez mais frequentes de João Roma na Bahia, Rui Costa não perde a chance de comemorar qualquer feito aparente no interior. Na última semana, foi a Ilhéus participar da inauguração de uma ponte sobre o Rio Almada. Com 234 metros de comprimento, a ponte é a primeira intervenção concluída antes da construção do Porto Sul. Realizado pela Bamin, o conjunto de intervenções iniciais está 40% concluído.

BOROCOCHÔ

A empolgação da comitiva presidencial na viagem à Bahia na última semana parece ter contagiado a todos, menos ao próprio presidente Jair Bolsonaro. Em transmissões feitas pelo seu ministro João Roma, enquanto o seu outro auxiliar (e sanfoneiro) Gilson Machado aprontava das suas palermices, o presidente conseguiu no máximo esboçar um sorriso amarelo; em outros momentos, sequer olhou para o celular de quem filmava. O comentário geral foi de que Bolsonaro, já acostumado com as manchetes negativas e escândalos envolvendo a família, estava irritado mesmo por causa da repercussão nas redes sociais de que teria sido traído pela ex-mulher.

ROLO COMPRESSOR

Empolgado com outra oportunidade de posar ao lado do presidente Jair Bolsonaro - um de seus principais cabos eleitorais na Bahia - o ministro João Roma rasgou elogios aos colegas de governo, principalmente ao veterano Tarcísio Freitas, da Infraesturura e Desenvolvimento. "Tarcisão", segundo Roma, tem se destacado com a duplicação de rodovias e asfaltamento de pistas no interior baiano, onde o ex-aliado de ACM Neto quer ganhar terreno cada vez mais. Já nas palavras finais do eufórico discurso em Tanhaçu, onde compareceu para a assinatura de uma das etapas da Fiol, fez graça e pediu ao ministro que tivesse cuidado com o seu rolo compressor: "Tarcisão, só não vai me asfaltar!".

PEGOU CARONA

Enquanto o líder nacional do DEM e pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto, tenta se desassociar de Bolsonaro, correligionários não se incomodam em aparecer junto ao presidente, como o caso do presidente da sigla na Bahia, o deputado federal Paulo Azi. O cacique participou da cerimônia em Tanhaçu, mas foi esperto. Pegou carona e colou em um evento em Irecê com o próprio ACM Neto e o prefeito de Xique-Xique, Reinaldinho (MDB). Pelo andar da carruagem a campanha netista em 2022 vai ser a do “palanque neutro”, o que, convenhamos, não é uma má ideia.

VITÓRIA (ROMBO) GIGANTE

Afastado da presidência pelo conselho deliberativo na última quinta-feira (2) sob denúncias de gestão temerária, Paulo Carneiro não quer largar o osso. O clima no rubronegro parece ter melhorado... até ganhar fora de casa está rolando, mas o presidente (afastado) alega em áudio vazado que não foi notificado e segue no cargo, que conversou com os jogadores antes da partida e acertou o prêmio pela vitória. Em réplica e em áudio também "vazado", Fábio Mota, secretário municipal e presidente do conselho, reforça o afastamento e que o elenco teria comemorado o feito. Os próximos 60 dias serão de novidades e tudo indica que o nome da chapa "Vitória Gigante" tenha relação com o balanço financeiro negativo.

MAU EXEMPLO

Deixando um passivo ambiental brutal decorrente das atividades da refinaria Landupho Alves e do terminal de Madre de Deus, a Petrobras bate o pé firme em não promover nenhum tipo de contrapartida financeira pela bagaceira feita nos municípios de São Francisco do Conde, Madre de Deus, Candeias e Salvador. Na capital do estado, as atividades no terminal de Madre de Deus, além de deixar passivos ambientais nos corais do entorno da Ilha dos Frades e de Maré, segundo estudos realizados pela UFBA, causou grandes IMPACTOS SOCIAIS aos moradores dessas ilhas, dentre os quais ribeirinhos, pescadores e, inclusive, remanescentes quilombolas de Maré. Essa conta deveria ser responsavelmente acertada pela Petrobras, sob pena de prejudicar a imagem da ACELEN, empresa criada pelo Fundo Soberano Mubadala que adquiriu os equipamentos e também termina tendo responsabilidade jurídica sobre o tema. Das duas uma, ou a Petrobras resolve seu passivo ou terminará, junto com a ACELEN, acionada na justiça pelos Municípios prejudicados.

CHEIRO DE TRAÍRA NO AR

Em meio à polêmica de que o ex-presidente Lula teria insistido pela desistência da candidatura de Jaques Wagner, conforme afirmado pelo deputado José Guimarães (PT/CE), foram detectados indícios de movimentação do senador Otto Alencar, que estaria fomentando Gilberto Kassab a lançar candidatura própria do partido à Presidência da República, para depois condicionar a desistência ao recuo de nomes petistas nas majoritárias estaduais. Na prática, segundo informações de bastidores, Otto anda afirmando que só apoia Lula para presidente e, na verdade, estimula Kassab a atrair e lançar Rodrigo Pacheco para o Planalto. Com Pacheco filiado, o ortopedista, ligeiro como uma traíra, condicionaria o apoio do seu partido a Lula, desde que Jaques Wagner mantenha-se senador e ceda a vaga de cabeça de chapa na Bahia ao PSD. Isso, nos bastidores políticos, nada mais seria do que Otto sendo Otto. Há também articulações para ceifar o Bonitão, mas isso deixaremos para os próximos capítulos.

ENQUADRADA

Otto Alencar FILHO merece a enquadrada da semana. Todos sabem que o senador Otto Alencar, pai de Ottinho, já foi eleito o TRAÍRA DO RIO SÃO FRANCISCO. Seu filho, como não podia deixar de ser, foi um dos poucos deputados que também votou contra a MP que destinou centenas de milhões de reais para a revitalização do Velho Chico. Seguindo o dna do ortopedista, o jovem parlamentar, durante um debate sobre qual teria sido o posicionamento político de Cristo, verbalizou num grupo de WhatsApp: “Com certeza Jesus era social democrata ou socialista, pois não concordava com militares, ricos e pastores”. Essa família realmente se acha acima do bem e do mal. Se queimou totalmente com todos os pastores e com todos os militares do Brasil e da Bahia. Fica então a dúvida, seria o deputado Otto Alencar o TRAÍRA DOS PASTORES OU DAS IGREJAS? Enquete aberta.

adblock ativo

Publicações relacionadas