Aore Bahia doa 4 mil protetores faciais

Publicado sábado, 27 de junho de 2020 às 06:00 h | Atualizado em 26/06/2020, 23:02 | Autor: Miriam Hermes e Redação

Integrantes da Associação dos Oficiais da Reserva R/2 do Exército (Aore Bahia) doaram ontem quatro mil protetores faciais para serem utilizados como equipamento de proteção individual (EPI) pelos militares envolvidos no apoio ao combate do coronavírus. A doação foi recebida pelo general de divisão João Batista Bezerra Leonel Filho no Salão de Honra do Quartel-General em Salvador.

A 6ª Região Militar – integrante do Comando Conjunto Nordeste e o Comando Conjunto Bahia – faz parte do esforço das Forças Armadas, coordenadas pelo Ministério da Defesa, em dar apoio ao combate à pandemia do novo coronavírus no país planejado pelos governos estaduais e municipais.

Iniciativa da Aore Bahia, a campanha buscou o empresariado baiano para beneficiar, com a produção, a arrecadação e a distribuição de EPIs instituições públicas que estejam atuando nas operações de controle dos efeitos da pandemia.

– Esta contribuição será de muita valia para o nosso trabalho. Muito obrigado por este esforço que vocês estão fazendo – agradeceu o general Leonel.

Prestígio – O momento foi prestigiado ainda por oficiais do Estado-Maior e também pelos comandantes das organizações militares diretamente subordinadas e vinculadas à 6ª Região Militar, que receberam os itens doados.

A Aore existe em várias cidades brasileiras e é formada por militares reservistas, oriundos dos Núcleos ou Centros de Preparação de Oficiais da Reserva, que, após seu licenciamento, buscam manter preservados as amizades e os valores construídos dentro das instituições militares, em consonância com suas atividades no meio civil.

Selo certifica boas práticas

Alcançar o Selo Arte exige que artesãos apresentem boas práticas e registro nos órgãos oficiais, entre outras iniciativas que fortaleçam a marca do item a ser colocado no mercado. Para orientar os produtores, gestores promoveram a primeira de uma série de videoconferências com o tema “O que você precisa saber para comercializar seu produto com o novo Selo Arte”. O debate foi promovido pela CNA, com a mediação da assessora técnica da Comissão Nacional de Empreendedores Familiares Rurais da Confederação, Marina Zimmermann. O Selo Arte foi criado pela Lei nº 13.680, de 14 de junho de 2018, e serve para confirmar a qualidade dos produtos de origem animal produzidos de forma artesanal, incluindo desde os critérios técnicos até a embalagem.

Hoje é melhor matar que ser corrupto. A corrupção está dando 25, 26 anos [de pena de prisão]. Homicídio tem dado 12, 14, 16. Isso é um absurdo. Nós não estamos balanceando os valores que pautam o sistema jurídico

Despedida

Morreu ontem em Salvador o ex-deputado federal e empresário Félix Mendonça. Ele estava internado no Hospital Aliança com diagnóstico de Covid-19. O ex-deputado chegou a se recuperar da doença, mas teve complicações após uma infecção hospitalar. Ele deixa a esposa, Maria Helena Mendonça, e os filhos Andrea, Cristiana e Félix Jr.

Félix Mendonça nasceu na cidade de Conceição do Almeida, foi prefeito de Itabuna entre 1963 e 1966 e exerceu o mandato de deputado estadual entre 1967 e 1971. De 1983 a 2011, ele foi eleito para outros sete mandatos como deputado federal.

Publicações relacionadas