Números do Carnaval têm cálculos distintos

Publicado sábado, 29 de fevereiro de 2020 às 06:03 h | Atualizado em 28/02/2020, 22:32 | Autor: Rodrigo Aguiar, Miriam Hermes e Redação | [email protected]

Enquanto a prefeitura de Salvador calculou o número de 16,5 milhões de pessoas circulando, apenas na capital, acrescentado ao pré-Carnaval os seis dias de folia, o governo do estado seguiu a fórmula convencional ao somar 2,3 milhões de visitantes no estado.

O “número estimado” de pessoas inclui, além da capital, Porto Seguro e a Chapada Diamantina, entre outras regiões turísticas, registrou um aumento de 5% em relação a 2019. A receita chegou a R$ 2,5 bilhões.

A repetição do adjetivo “estimada” na divulgação oficial revela o cuidado dos servidores encarregados da contabilidade em divulgar números mais prováveis, dada a impossibilidade de um trabalho com precisão devido à natureza do estudo e ao curto período para confrontar hipóteses.

Mais de 400 voos extras foram oferecidos pelas companhias aéreas, enquanto os cruzeiros marítimos trouxeram a Salvador cerca de 15 mil turistas nos dias de festa, incluindo a chegada de três transatlânticos.

– A avaliação que fazemos é muito positiva, recebemos 2,3 milhões de turistas em todo o estado, mais de 700 mil em Salvador e só na terça-feira tivemos quatro grandes navios ancorados no porto – afirmou o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco.

Um total de 254 profissionais atuou no receptivo, distribuídos no aeroporto, rodoviária e porto, nos três circuitos do Carnaval da capital e em hotéis próximos, com o objetivo de prestar informações turísticas com qualidade e precisão.

Os servidores da equipe de trabalho da Secretaria de Turismo do estado estiveram presentes também em Praia do Forte, Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo e Mar Grande, incluindo Vera Cruz e Itaparica. Os atendimentos são realizados em até 10 línguas estrangeiras, inclusive yorubá e mandarim, além da língua brasileira de sinais (Libras).

“Os mares não estão tranquilos, porque vídeos são divulgados, redes sociais se incandescem, as pessoas, muitas vezes, não raciocinam sobre aquilo que estão escrevendo”

General Hamilton Mourão, vice-presidente da República, durante palestra a empresários em Florianópolis, sem mencionar diretamente os vídeos compartilhados pelo presidente Bolsonaro na terça-feira

Silêncio ensurdecedor

Em rota de colisão com Jair Bolsonaro nas últimas semanas, o governador Rui Costa evitou novo embate nos últimos dias. Principal liderança entre os governadores do Nordeste e mencionado como possível candidato presidencial em 2022, o petista não se manifestou sobre o vídeo compartilhado pelo presidente com a convocação para atos contra o Congresso, o que chamou atenção. Também apontado como possível postulante à presidência, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou Bolsonaro.

– Para os que estão achando que o ato do dia 15 de março será ‘normal’, esperemos para ver o festival de faixas, cartazes e discursos contra a Constituição e as leis. Na Alemanha, não se admite propaganda do nazismo... – escreveu Dino no Twitter.

Curso para o meio rural

A Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) vai oferecer, em sua faculdade própria, neste ano letivo, o curso de gestão de recursos humanos, indicado para o meio rural. O objetivo é oferecer conteúdo destinado a legislação trabalhista específica para o campo, com aspectos previdenciários distintos, além de gestão de segurança e saúde ocupacional próprias. A economia familiar possui uma aposentadoria diferenciada. Há também aspectos da caracterização da relação de emprego rural e a questão dos safristas. Além disso, o curso vai viabilizar o conhecimento de alterações previstas na Norma Regulamentadora 31, em fase de reforma. Na Bahia, os polos de ensino são localizados nos municípios de Luís Eduardo Magalhães e Gandu.

POUCAS & BOAS

Começa hoje o 11º Encontro de Muares de Feira de Santana com a expectativa de reunir cerca de 400 animais da Bahia, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Sergipe. Os participantes serão acolhidos a partir das 8h na Academia do Cavalo, na Estrada Velha da Jaíba, e às 10h sairão em desfile já tradicional pelas principais vias da cidade. No encontro, que tem acesso gratuito, haverá apresentação de marchas, comidas típicas de tropeiros e outras iguarias, bem como forró pé de serra com Valdômio Lima.

Ainda em Feira de Santana acontece amanhã o Encontro de Colecionadores de Mangás e HQs, entre as 9h e 12h, na banca de revistas Brinco de Ouro, no canteiro central da Av. Getúlio Vargas. O evento periódico tem entrada grátis e visa incentivar a leitura e difundir a cultura.

Publicações relacionadas