adblock ativo

Brasil tem 359 concursos públicos com inscrições abertas para mais de 32 mil vagas

Publicado domingo, 18 de julho de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 18/07/2021, 00:40 | Autor: Fábio Bittencourt
Formada em marketing, Jessika Vasconcelos, 30, prepara-se para fazer as provas do Banco do Brasil.
Formada em marketing, Jessika Vasconcelos, 30, prepara-se para fazer as provas do Banco do Brasil. -
adblock ativo

Depois de um longo período sem a realização de concursos por motivos de pandemia, e para alegria dos candidatos, os certames estão de volta. O país contava, até sexta-feira, com 359 editais com inscrições abertas e 32.686 vagas. As oportunidades vão de estagiário da Caixa Econômica Federal, bolsa-auxílio de até R$ 1 mil, passando por procurador do Estado de Alagoas (15 vagas), salário de R$ 30.404,42; ou defensor público de Goiás (47 vagas), R$ 27.174,27.

Organizada pela Fundação Cesgranrio, a maior e mais abrangente disputa no momento é para o Banco do Brasil, com 2.240 vagas de escriturário, cargo de nível médio com vencimento básico de R$ 3.022,37. Na Bahia, o BB oferta 79 oportunidades. Em todo o estado há 12 processos seletivos abertos com 676 vagas, além da formação de cadastros de reserva. Destaque para o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul (CDS Litoral Sul).

De acordo com o edital de abertura, a seleção conta com duas vagas para as áreas de engenharia agronômica, florestal, ambiental e biologia (1); e engenharia de minas, sanitária e geologia (1). A remuneração inicial é de R$ 5.044,01.

Segundo o professor e coach especializado na preparação de candidatos a concurso público, Alessandro Marques, a pandemia e a gestão do governo federal pautada na escassez causaram a “falsa sensação de que as seleções diminuíram”.

“De fato houve ausência de provas por conta da Covid-19, mas muitos editais foram lançados e, desde o mês passado, estão ocorrendo, como foi o caso das provas para as polícias Federal e Rodoviária Federal”, diz. Marques conta que são aguardados para este ano grande edital para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), além de seleções para tribunais. Ele destaca a quantidade de certames para polícias estaduais.

Ao todo são seis concursos para a PM: três em Minas Gerais (oficial, oficial de saúde e soldado), Rio de Janeiro, Piauí e Sergipe; e a Polícia Civil do Ceará (inspetor e escrivão). As secretarias Estaduais da Administração Penitenciária do Pará e Maranhão têm até 1.686 vagas para agente penitenciário e auxiliar de segurança.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria da Administração da Bahia (Saeb) informou que “está autorizada a elaboração de novo edital para a Polícia Civil, com a oferta de mil vagas para os cargos de delegado, escrivão e investigador”.

“Concurso tem ciclo, muitos dos realizados em 2014, 2015, estão finalizando, convocando agora. O governo federal está retraído, gastou com a pandemia, mas vai precisar contratar para agências reguladoras, ministérios, a União”.

Controle emocional

Segundo o professor, o principal desafio de um candidato ainda hoje é conseguir manter o foco. Ele fala em três “pilares” fundamentais para quem almeja aprovação: planejamento, técnica de estudo e controle emocional. “As pessoas esquecem que concurso é competição, não é igual à escola. Tem de treinar pesado, se dedicar. Ainda mais hoje, com menos vagas, concorrência maior. Tem de se preparar para passar em 1º lugar, 5º, entre os dez”, fala.

Ainda de acordo com Marques, aprovação em concurso de nível médio requer, em média, um ano de estudos, e, para vaga de nível superior, acima de dois. “É preciso estudo de alto nível, não dá para ser em cima da hora, ou querer fazer várias provas ao mesmo tempo”, conta.

Formada em marketing, Jessika Vasconcelos, 30, prepara-se para fazer as provas do Banco do Brasil. Ela conta que já há algum tempo “namora” esse concurso e que vem estudando por meio de apostilas, porém só desde que o edital foi divulgado.

Jessika diz ainda conhecer as “dificuldades da carreira”, mas conta que o objetivo é mesmo a tão sonhada “estabilidade”. “É gratificante saber que não vai se passar por corte (na empresa), receber certinho no fim do mês, ter benefícios”, fala.

Desde que a pandemia cerrou as portas de cursos preparatórios, a professora de redação e gramática Rose Sampaio vem fortalecendo sua presença no ambiente digital. Dona do canal ABC do Português, no YouTube, com 20 mil inscritos, ela ressalta o crescimento do acesso a conhecimento por meio de redes sociais. Além do Instagram (@rosesampaioabc), conta que até o Tiktok surpreende nessa área.

“Um conselho que eu dou é: consumam conteúdo de bons canais, com propostas interessantes. É importante se manter conectado, saber o que está acontecendo, os detalhes dos editais, como se comporta a banca examinadora”, diz Rose.

“Outra dica é não se ater somente ao número de vagas anunciadas, mas ao número de vagas reais. Multiplique por pelo menos dois o anúncio das vagas, porque há o prazo de validade”.

Oportunidades na Bahia

Amargosa

8 vagas, até R$ 1.100, guarda civil, ensino médio, até hoje; 12 vagas, até R$ 1.550, agente comunitário de saúde, até hoje

CDS

2 vagas, até

R$ 5044,01, técnico de nível superior (engenharias), até quarta-feira

CTR

2 vagas, até R$ 3.100, técnico de nível superior, até amanhã

Fesf

1 vaga, até R$ 3.874, 89, médico regulador, até amanhã

ICMBio

17 vagas, agente ambiental, nível fundamental, até sexta-feira

Imip

1 vaga, assistente administrativo, ensino médio, de amanhã até sexta

PGE

43 vagas, até R$ 1 mil, estagiário de direito, até hoje

Madre de Deus

18 vagas, até

R$ 4.263,90, vários cargos, até 4 de agosto

Pilão Arcado

205 vagas, até

R$ 3.200, vários cargos, até amanhã

Vit. da Conquista

219 vagas, até

R$ 2.177, 16, vários cargos, até hoje

Banco do Brasil

79 vagas, até

R$ 3.022,77, escriturário nível médio, até o dia 28

Fonte: PCI Concursos

adblock ativo

Publicações relacionadas