Anvisa suspende a importação e uso da proxalutamida

Publicado quinta-feira, 02 de setembro de 2021 às 14:30 h | Atualizado em 02/09/2021, 14:44 | Autor: Da Redação

Por unanimidade, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a importação e uso da proxalutamida no Brasil. Bloqueador hormonal desenvolvido na China, a proxalutamida está em teste para o tratamento do câncer de próstata, mas também tem sido tratada pelo presidente Jair Bolsonaro como a nova promessa de cura da Covid-19.

Em julho, a agência autorizou um estudo sobre a droga sem eficácia comprovada. Na decisão desta quinta-feira, 2, o órgão também determinou uma investigação para apurar “possíveis infrações sanitárias” cometidas pelos importadores da proxalutamida na apresentação de documentos com o intuito de “induzir a agência na anuência de importação irregular de medicamentos para uso em humanos”.

A Gerência Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária (GGFIS) da Anvisa recolherá mais informações sobre os produtos à base de proxalutamida importados e utilizados no país. A Gerência de Fiscalização Sanitária, por sua vez, deverá notificar os serviços de saúde envolvidos em pesquisas científicas com a substância no Brasil.

Publicações relacionadas