adblock ativo

Agnaldo Timóteo faz show dedicado às mães e ao amor

Publicado sexta-feira, 08 de maio de 2015 às 07:08 h | Atualizado em 07/05/2015, 20:08 | Autor: Gislene Ramos
Agnaldo Timóteo
Agnaldo Timóteo -
adblock ativo

Quem se lembra da casa de shows de Salvador chamada O Tabaris? Foi lá que o mineiro de Caratinga, filho de dona Catarina, que saiu de casa aos 16 anos, fez um de seus primeiros shows. Era Agnaldo Timóteo, em 1964, o cantor de voz marcante, que hoje, aos 78 anos, é reconhecido como um dos  principais intérpretes da sua geração.

Em celebração ao dia das mães neste domingo, 10, Agnaldo apresenta o show 50 Anos  Cantando para as Mamães, na sala principal do Teatro Castro Alves. Pois, como afirma o próprio Agnaldo, "as mães sempre tiveram um tratamento especial na minha obra, em decorrência de ter sido um filho com  enorme amor à minha mãe".

O cantor iniciou sua carreira cantando em programas de calouro em rádios e  tornou-se conhecido nacionalmente por sua voz, principalmente depois de gravar  Meu Grito, de Roberto Carlos.

Neste show, Agnaldo garante que viverá um dos momentos mais marcantes de sua vida, pois Salvador tem um lugar especial na sua trajetória. "A minha carreira começou em Salvador, n'O Tabaris, quando tive as minhas primeiras alegrias como cantor", conta o artista.

Foi também aqui, desta vez no Antônio Balbino, que o  cantor fez um outro  show  em homenagem às mães. "Foi no início da carreira e nesse show todas  as mães tinham lenços brancos nas mãos, foi memorável", relembra. E agora, desta vez no TCA, o artista junto com o público, viverá um grande momento.

No repertório, canções que fazem parte da carreira do artista, como Ave-Maria, Quem É?, Os Brutos Também Amam, Os Verdes Campos de Minha Terra e Mamãe. "Geralmente  presto homenagem a alguns colegas, como Roberto Carlos, Anísio Silva, Ângela Maria, Nelson Gonçalves, Cauby Peixoto e o Moacyr Franco", conta Agnaldo.

O cantor afirma que o  show é um espetáculo não somente dedicado às mães presentes, mas para todo o público soteropolitano. Agnaldo celebrará também o amor e a família: "Todas as minhas canções falam de amor, e  quando se fala de amor, se fala de toda a família".

adblock ativo

Publicações relacionadas