adblock ativo

Ex-The Voice Brasil, Danilo Dyba lança álbum solo

Publicado terça-feira, 24 de setembro de 2013 às 07:08 h | Atualizado em 23/09/2013, 19:30 | Autor: Marcos Casé
Danilo Dyba
Danilo Dyba -
adblock ativo

Enquanto não estreia a nova temporada  do programa The Voice Brasil (marcado para o  dia 3 de outubro, na Rede Globo), algumas promessas da edição anterior do talent show começam a gerar frutos.

Depois da vencedora Ellen Oléria e de participantes como Karla da Silva, Samantha Carpinelli e Liah Soares lançarem CDs, chegou a vez do sertanejo Danilo Dyba, que se destacou ao fazer parte da equipe comandada pelo cantor Daniel e por ser o único homem que conseguiu estar entre os oito finalistas da atração.

Natural de Canoinhas, mesmo com a fama obtida com a repercussão da televisão, Dyba resolveu manter a residência na pequena cidade no interior de  Santa Catarina para não perder as raízes. O resultado ele diz estar no disco homônimo, que sai agora pela Universal Music e que tem muito do que o músico viveu nos 25 anos de idade.

"Preferi fazer um disco autoral, que falasse do que eu sinto e vivi. Por isso a importância de estar perto de onde cresci, pois é onde estão minhas referências", explicou Dyba em entrevista por telefone.

E a ideia do autoral se revela na maior parte do álbum. Sete das 12 faixas são dele, uma surpresa para quem só o conhecia como intérprete. "O lado intérprete é o que chama a atenção num programa como o The Voice e eu até não esperava incluir tantas canções minhas no disco, mas o pessoal da Universal gostou das minhas composições e isso se tornou possível", adiantou.

Antes do programa  The Voice Brasil, Danilo Dyba já teve a oportunidade de mostrar suas composições em sua  antiga banda, Kanoa. Com ela, chegou a emplacar nas rádios do País a canção Perigo, que voltou a ser gravada agora.

"Acho que compor dá uma cara própria ao trabalho, direciona para onde a sua carreira irá. É uma responsabilidade maior, mas é muito gratificante também", emendou.

Aprendizado

Segundo Danilo, é nítida a evolução profissional que ele teve após a experiência  no The Voice Brasil. "Aprendi muito em  pouco tempo, coisas que, talvez, não descobriria sozinho nunca. Lá eu aprendi que se precisa ficar aberto às novidades,  saber explorar outros estilos, sem, no entanto, perder as raízes".

A convivência com Lulu Santos, Carlinhos Brown, Daniel e Luiza Possi o levou a expandir os  horizontes. "Fiz uma grande amizade com o Daniel, que virou meu amigo e me orienta muito. Tenho orgulho de ter ele como exemplo de vida e de profissão".

Do programa Danilo ainda trouxe Romaria, composição de  Renato Teixeira, sucesso na voz de  Elis Regina, que ele cantou na final do talent show.

Romantismo

O restante do CD é sertanejo em essência e ele consegue dosar  o novo e o tradicional, com canções mais ao estilo de festa (sertanejo universitário) e outras mais lentas. Mas todas as faixas seguem a linha romântica, vocação que ele garante não querer mudar. Exemplo ficou com a  escolhida para  divulgação, Eu Amo Te Amar, que já toca nas rádios.

"Acredito no romantismo, acho que o amor sempre irá prevalecer e isso tinha que estar no disco. Me inspiro  em histórias vividas por mim ou por outras pessoas e tento escrever versos que não caiam na mesmice", disse.

Nessa mesma pegada surge um momento especial. Em Saudade, composição dele, o músico teve a participação luxuosa de Chitãozinho & Xororó. "Foi uma grande surpresa que a gravadora preparou para mim. Eles só disseram que teria uma participação, mas que não revelariam. Viajei até Campinas e só descobri na hora. Foi emocionante e fico grato com tudo. Eles são a minha primeira referência musical e cantando uma canção de minha autoria já valeu o disco", contou.

adblock ativo

Publicações relacionadas