MPT abre investigação para apurar racismo em novela da Globo

Cerca de oito pessoas já foram intimadas, entre diretores e outros integrantes da produção

Publicado quarta-feira, 13 de julho de 2022 às 08:22 h | Atualizado em 13/07/2022, 08:22 | Autor: Da Redação
Uma das autoras da denúncia, a atriz Roberta Rodrigues [à esquerda] foi ouvida nesta terça-feira, 12
Uma das autoras da denúncia, a atriz Roberta Rodrigues [à esquerda] foi ouvida nesta terça-feira, 12 -

A Rede Globo é alvo de investigação do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) que apura racismo na novela “Nos Tempos do Imperador”, que foi transmitida pela emissora entre agosto de 2021 e fevereiro deste ano, no início da noite. 

Não foram reveladas os acontecimentos nos bastidores que levaram à denúncia, mas se sabe que o MPT-RJ também vai investigar queixas de que atores brancos receberiam mais por trabalhos semelhantes aos dos atores negros.

Até o momento, oito pessoas já foram intimadas, entre diretores e outros integrantes da produção. Uma das autoras da denúncia, a atriz Roberta Rodrigues foi ouvida nesta terça-feira, 12. 

A Globo disse em nota que desconhece a investigação e que não tolera preconceito racial. No entanto, essa não é a única produção da emissora a receber acusação de racismo: em 2006, denúncia semelhante foi feita contra a novela "Sinhá Moça".

Publicações relacionadas