adblock ativo

Geraldo Azevedo se apresenta na Pupileira

Publicado sábado, 05 de outubro de 2013 às 08:09 h | Atualizado em 04/10/2013, 18:56 | Autor: Ronaldo Jacobina
Geraldo Azevedo
Geraldo Azevedo -
adblock ativo

Quem vai fazer a trilha sonora da comemoração da obra de expansão do Cerimonial Rainha Leonor, na Pupileira, é o cantor Geraldo Azevedo. O show acontecerá no dia 31, a partir das 21h30, e a renda obtida pela venda dos ingressos será revertida para as obras sociais da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, que atende mais de 800 crianças e centenas de jovens e adultos.

Rosa Passos faz show do novo CD
A baiana Rosa Passos estará por aqui nos dias 8, 9 e 19 de novembro. Ela vem para lançar o CD Samba Dobrado, em homenagem a Djavan, e as apresentações serão no Teatro Casa do Comércio.

Após prêmio da ONU, Rafael Sampaio Martins vai ao sertão fotografar mais
Premiado pela ONU em junho por conta de uma foto de carcaças de animais mortos pela seca no sertão baiano, Rafael Sampaio Martins prepara-se para mais uma investida no interior da Bahia. No dia 26, ele parte para a terceira viagem de seu projeto sobre a relação do homem com a seca, sempre em fotografias noturnas. O destino será o Raso da Catarina, lugar histórico no qual Lampião e seu bando se escondiam das volantes. O projeto ganhou o belo título provisório de Sertão Estrelado, e já passou por lugares como Queimados e Canudos.

Peu Meurray e Tang
Neste domingo, 6, às 9h30, o músico, compositor e artista plástico Peu Meurray sobe ao palco do Festival Tang Reciclar é Show, no Parque da Cidade. O tema de reciclagem já é familiar a Peu, que produz  som a partir de pneus. Ele se apresentará com integrantes das bandas Mamelungos e A Bandinha, ambas de Recife.  A entrada é franca.

Homenagem na Casa
Em sua oitava participação na Casa Cor Bahia, o arquiteto sergipano Wesley Lemos decidiu homenagear uma conterrânea em seu espaço: a empresária Maria Celi Barreto. Ela, que é uma das pioneiras da alta decoração em Aracaju, emprestou seu nome ao Loft criado por Wesley e foi conferir o  resultado na noite de abertura.

Marcel no Commons
O chef baiano Marcel Matos, que tem no currículo passagens em restaurantes badalados de São Paulo como Le Jazz, Arturito e Gorila Café, assume em breve a cozinha do Commons, no Rio Vermelho. No cardápio, comida de rua (daquela que dá para comer em pé, durante o show): vai ter risoto, pastas, tacos, burritos e hamburguer.

Fantasia na Bienal
Dois autores da nova safra da literatura fantástica nacional marcam presença na Bienal do Livro da Bahia, que acontece de 8 a 17 de novembro no Centro de Convenções : Raphael Draccon (foto), autor  da saga Dragões de Éter, e Carolina Munhóz, de Feérica.

Poesia portuguesa
No dia 31,  Fernando da Rocha Peres lança  Horta de Poesia (Poemas Portugueses), com 78 poemas sobre Portugal. O livro tem   ilustrações de  Vauluizo Bezerra. O evento será na Galeria Paulo Darzé, às 19 horas.  

Música de Rua
No dia 21, um grupo  de músicos paulistas e baianos vai invadir  a Praça Municipal, às 17 horas. É a Orquestra de Rua, que sai de São Paulo pela primeira vez para participar do Festival Internacional de Artistas de Rua.

Cinema lusitano
Em sua nona edição, o Panorama Internacional Coisa de Cinema vai apresentar uma mostra de filmes portugueses. Um dos destaques é O Barão (Edgar Pêra, 2011), que ganhou dois prêmios no Festival de Rotterdam no ano em que foi lançado.

adblock ativo

Publicações relacionadas