Projeto sugere auxílio de R$ 500 mensais para artistas prejudicados pela pandemia

Publicado sexta-feira, 19 de março de 2021 às 17:05 h | Atualizado em 19/03/2021, 17:34 | Autor: Da Redação

Foi protocolado nesta semana, pelo deputado estadual Jacó (PT), a criação da Lei Mário Gusmão, com um auxílio emergencial no valor de R$ 500 (pagos em 4 parcelas) para um dos setores cultura e eventos, os mais atingidos pela pandemia do coronavírus.

De acordo com o projeto, o objetivo da iniciativa, que leva o nome de um dos principais artistas negros do cenário baiano, morto em 1996, é amenizar os problemas causados pela pandemia de Covid-19.

"Este projeto de indicação, intitulado 'Mário Gusmão', visa a instituição de auxílio financeiro emergencial à classe artística e todos os demais profissionais da cadeia produtiva da cultura de nosso estado de modo a minimizar os impactos econômicos decorrentes da suspensão dos eventos presenciais em 2021, em razão do cenário que ainda impõe a manutenção de medidas restritivas e distanciamento social para controle e prevenção do novo coronavírus", diz o projeto.

Caso seja aprovado pelo governo da Bahia, o valor de R$ 500 será disponibilizado aos profissionais da cultura e de eventos compreendendo os meses de março a junho, que tiveram prejuízos nas suas atividades em virtude da pandemia.

Publicações relacionadas