adblock ativo

Dinheiro beneficia mais 17 municípios

Publicado sábado, 12 de julho de 2008 às 20:56 h | Atualizado em 12/07/2008, 20:56 | Autor: Leonardo Leão, do A TARDE
adblock ativo

Diante dos investimentos anunciados pela Petrobras para a Bahia, principalmente em relação às bacias de Camamu-Almada e Jequitinhonha, a expectativa é que nos próximos anos o rol de grandes arrecadadores de royalties aumente, principalmente com a incorporação de municípios do sul do Estado.

No ano passado, 17 municípios da região passaram a receber tributos do petróleo, a maioria com participações inferiores a R$ 10 mil. Única exceção foi Cairu, que arrecadou R$ 1,9 milhão em 2007 e nos primeiros seis meses de 2008 ultrapassou a casa dos R$ 2,3 milhões, graças às operações do campo de Manati.

“Esperamos que todos os municípios sigam essa linha”, afirmou Carlos Mocota, secretário de Administração de Una, que recebeu no ano passado pouco mais de R$ 7,5 mil e nos últimos seis meses já chegou a R$ 6,4 mil. “A perspectiva é que todo dinheiro que chegue seja investido em moradia, educação, saúde e, principalmente, na recuperação das estradas vicinais, que estão degradadas”, anunciou.

Educação e saúde também estão entre as prioridades do município de Belmonte, segundo o secretário de Administração, Anildo de Souza Lima. Em 2007, os royalties do petróleo renderam cerca de R$ 7 mil e de janeiro a junho deste ano já foram arrecadados quase R$ 6,2 mil.

Ele conta que, há duas semanas, uma reunião entre a Prefeitura, Petrobras e a comunidade esclareceu os impactos do gasoduto que cruzará a cidade. “Os valores não deverão ser grandes, já que o trecho tem cerca de 20 quilômetros, mas o dinheiro é bem vindo e será usado em benefício da população”, promete.

Colaborou Cristina Laura | Sucursal Eunápolis

adblock ativo

Publicações relacionadas