Hotel Fasano Salvador volta a operar nesta quinta-feira

Publicado quarta-feira, 07 de outubro de 2020 às 06:04 h | Atualizado em 06/10/2020, 23:20 | Autor: Vitor Castro*

Fechado desde o final do mês de março por conta da pandemia do novo coronavírus, o Hotel Fasano Salvador irá retomar nesta quinta-feira, 8, às suas atividades. A administração aposta em protocolos rígidos de segurança sanitária e em uma volta gradativa dos serviços para atrair hóspedes e potencializar a retomada econômica da atividade hoteleira na capital. No país, quatro hotéis do grupo já voltaram a funcionar no Rio de Janeiro, São Paulo e Angra dos Reis. As unidades de Salvador e Belo Horizonte são as últimas a retornarem.

Em funcionamento há quase dois anos, o Hotel Fasano Salvador, primeiro do Grupo Fasano no Nordeste, recebeu na terça, 6, jornalistas, colaboradores e personalidades para apresentar os protocolos adotados no enfrentamento à pandemia. A orquestra Rumpilezzinho se apresentou na escadaria e nas janelas do local em comemoração à retomada.

“Acreditamos muito no potencial turístico, econômico e social da cidade de Salvador”

Além das já conhecidas estratégias como aferição de temperatura e uso de tapetes sanitizantes, e as sinalizações indicando o distanciamento social, as bagagens dos hóspedes serão higienizadas na entrada e saída. O sócio diretor do Grupo, Constantino Bittencourt diz estar otimista com a retomada. “Acreditamos muito no potencial turístico, econômico e social da cidade de Salvador. Essa cidade recebeu o primeiro Fasano da região Nordeste, e nos acolheu de forma única – inexplicável. Estamos otimistas! É uma oportunidade para que as pessoas passem a olhar de novo o Brasil com outros olhos”, disse.

Ainda de acordo com o diretor, estratégias vêm sendo traçadas para fomentar a retomada do turismo. “Foram criados programas especiais de hospedagem para a reabertura do Hotel Fasano Salvador. Para hospedagens de três ou quatro noites, a última será cortesia. Já hospedagens de sete noites, as duas últimas serão cortesia”, citou como uma das estratégias para atrair hóspedes.

Bittencourt ressaltou a relevância do selo SafeGuard, conseguido através da certificação da organização internacional Bureau Veritas, que dentre outras coisas, atua na certificação de normas técnicas e padrões de qualidade integrados às operações hoteleiras e gastronômicas. “São adotadas medidas específicas de prevenção da propagação do novo coronavírus, como marcações de piso para o distanciamento social seguro e procedimentos de higiene para equipes internas, além da limpeza e desinfecção do espaço físico compartilhado, por exemplo, entre uma série de outros protocolos presentes em nosso Manual de Experiência do Hóspede”, assegurou.

Neste primeiro momento, uma das estratégias para reduzir o fluxo de pessoas no hotel foi a redução da ocupação dos quartos. Além disso, os horários de check in e check out devem acontecer com um intervalo de 24 horas entre as reservas. O SPA também disponível para não hóspedes, volta a funcionar com capacidade reduzida e será necessário o agendamento prévio para o uso. Mesma estratégia adotada para as áreas de academias de ginástica do local.

Na ala gastronômica o restaurante Fasano, único do grupo fora de São Paulo, estará em funcionamento para o café da manhã. Para aqueles que optarem em degustar da alta gastronomia italiana, será necessário agendamento prévio, já que neste primeiro momento, o restaurante funcionará apenas de quarta-feira à domingo e através de reservas.

Presente no evento, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-Bahia) ressaltou a importância da reabertura para o setor. “É um equipamento importante para a cidade e neste momento de retomada que o turismo local está passando é um ânimo muito forte ver o hotel Fasano Salvador reabrir.”, disse.

*Sob supervisão da editora Hilcélia Falcão

Publicações relacionadas